Mo Farah proibido de entrar nos Estados Unidos?

Dono de quatro medalhas olímpicas (duas nos 5.000m e duas nos 10.000m,) e dois recordes mundiais, o cavaleiro da coroa britânica, Mo Farah, pode ser proibido de retornar a sua casa em Portland, Estados Unidos. Isso porque o presidente americano Donald Trump vetou a entrada de cidadãos de sete países islâmicos, incluindo a Somália, pais de origem do atleta que vive há seis anos em solo americano.

No momento, o atleta está na Etiópia fazendo treinos em altitude e, pelo que Trump determinou, Farah não poderá voltar para casa e rever sua esposa e filhos.

Em sua página no Facebook o atleta que defende a Seleção Britânica comentou sobre o assunto.

- No dia 1º de janeiro deste ano, Sua Majestade a Rainha me tornou cavaleiro da realeza. Dia 27, presidente Donald Trump me tornou um alien (...). Minha história é um exemplo do que pode acontecer quando você segue políticas de compaixão e tolerância, e não ódio e isolamento.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos