Skate: Pedro Barros é tetra do Oi Bowl Jam

O dia da grande final do Oi Bowl Jam, etapa de abertura do Circuito Mundial da modalidade, chegou. E a expectativa do público que lotou a arena no Parque Madureira foi recompensada. Na manhã deste domingo, Pedro Barros mostrou novamente por que é hexacampeão mundial e conquistou o tetracampeonato do torneio para o Brasil. O catarinense foi seguido pelo italiano Ivan Federico e por Iago Magalhães, que, em sua primeira competição como profissional, completou o pódio.

- Competir em Madureira é bom demais! A galera daqui sempre tem uma energia calorosa, nos recebe muito bem, e este ano não foi diferente. O nível da competição foi muito alto, com a galera botando os skatistas pra cima. Consegui fazer minhas voltas e tudo deu certo no final. Estou muito feliz de sair daqui mais uma vez com o primeiro lugar e poder dar sequência à temporada com este título - comentou Pedro, que partiu para os braços do público no final da disputa.

Grande revelação do torneio deste ano, o curitibano Iago Magalhães, de 19 anos, falou sobre a emoção de subir ao pódio pela primeira vez como profissional.

- Me faltam palavras para descrever o que estou sentindo. A vibe da galera foi incrível e chegar ao pódio em meu primeiro campeonato profissional, ao lado dos maiores nomes do skate mundial, é uma sensação incrível. Acertei minha linha, consegui fazer minha volta e estou muito feliz.

As emoções começaram logo cedo, quando foi anunciado que a banda Raimundos faria a trilha, ao vivo, durante toda a decisão, incendiando ainda mais o bowl e o público. A final foi definida em uma bateria única com oito skatistas. Pedro Barros, Iago Magalhães, Ítalo Penarrúbia, Danny Leon (Espanha), Ivan Federico (Itália), Murilo Peres, Josh Borden (EUA) e Rony Gomes se jogaram no bowl de Madureira em busca do título. Cada atleta teve direito a três voltas de 45 segundos, valendo a melhor delas.

Primeiro skatista a ir pra pista, Rony Gomes cravou uma grande volta e deu ao público uma mostra do que viria pela frente. Iago Magalhães, voando muito alto, e Pedro Barros, usando toda a pista e com manobras de alto grau de dificuldade, também enlouqueceram o público.

Mas o melhor estava por vir. Velocidade, agressividade e incrível destreza deram o tom da segunda volta de Pedro Barros. E foi nela que o catarinense garantiu o tetracampeonato da competição, com a nota 95,0. Já o italiano Ivan Federico, de apenas 17 anos, parece ter guardado tudo para o final e, com uma grande terceira volta, conquistou o segundo lugar.

O Oi Bowl Jam soma pontos para o ranking da World Cup Skateboarding (WCS) e a premiação é de 120 mil reais. O evento tem coordenação técnica da Confederação Brasileira de Skate (CBSk) e realização da IMM.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos