Fora da Libertadores, Canales quer deixar o Botafogo e voltar ao Chile

A passagem do chileno Gustavo Canales pelo Botafogo se aproxima do fim. O centroavante já não havia sido inscrito para o Campeonato Carioca. Agora, não deverá constar também na lista dos atletas que disputarão a Taça Libertadores da América e, em sequência, deixar o clube. Ele tem conversas iniciais com o Union Española, embora o alto salário, cujos vencimentos vão até o fim deste ano, possam gerar empecilho.

Ninguém fala oficialmente sobre o tema, mas o atleta não está satisfeito em não ser a primeira opção do comando de ataque. Não é segredo que ele também deseja retornar ao Chile, onde a família dele vive.

Fisicamente, Canales teve problemas nas últimas temporadas. Só no ano passado, voltava de uma cirurgia quando foi contratado pelo Glorioso, e passou por outra no fim do ano. Antes do amistoso contra o Rio Branco, durante a pré-temporada deste mês, pediu para não jogar.

De todo modo, em 11 jogos, o jogador que custa cerca de R$ 250 mil aos cofres do Botafogo - um dos maiores salários do clube - marcou apenas um gol. Muito pouco. Tanto que que Roger começou o ano como titular e Sassá, artilheiro da equipe no ano passado é a primeira opção.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos