Payet é apresentado no Olympique e diz que não voltou por dinheiro

Após toda polêmica dos últimos meses, o Olympique de Marseille anunciou o meia Dimitri Payet nesta segunda-feira. O clube francês pagou ? 30 milhões (R$ 100 milhões) ao West Ham, da Inglaterra, para voltar a contar com o jogador.

O francês alegou que não se transferiu pensando em dinheiro. Payet parou de treinar com o time principal do clube inglês após dizer que não vestiria mais a camisa dos Hammers e, então, passou a fazer as atividades com o sub-23. Ele ainda confirmou que teve uma oferta da China.

- Se estivesse jogando por dinheiro, jogaria em outro país por um longo tempo. Não estou dizendo que isso vai acontecer um dia, mas não é a minha principal motivação hoje. O importante é jogar e me desenvolver, como sempre fiz - afirmou Payet durante a apresentação.

Se o jogador se mostrava satisfeito com a situação, o West Ham não gostou nada. David Sullivan, vice-presidente do clube, afirmou que não tinha intenção de negociar o atleta, deixando claro que estava contrariado com a negociação. Por isso, o time de Londres pedirá ao francês que devolva seu salário de janeiro.

- Falei com (Slaven) Bilic cara a cara. Eu não estava mais me sentindo bem no clube, foi uma escolha pessoal. Não preciso justificar meu comportamento. Eu irei falar sobre isso, mas não agora. Não é o momento certo. Eu prefiro guardar este momento em um grande clube e voltar a isso depois - comentou.

- Estou muito feliz por voltar. É minha casa. O que eu sempre quis. Tinha certeza desde o início que queria voltar e fazer parte do projeto. Senti falta da França e da Ligue 1 - completou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos