'Rodízio' de gols e assistência reflete filosofia de Ceni na pré-temporada

  • Chris O'Meara/AP

Três jogos-treinos e duas partidas da Florida Cup. Esses foram os desafios do São Paulo durante a pré-temporada, que termina nesta semana, apenas com treinamentos no CT da Barra Funda. Antes de estrear no Campeonato Paulista, no domingo contra o Osasco Audax, o técnico Rogério Ceni esperava deixar todo elenco testado e com minutos em campo para os jogos oficiais. E os números mostram que o objetivo foi atingido.

Contra FC Sarasota e Boca Ratón, duas formações diferentes foram usadas em cada tempo, com apenas dois atletas entrando nos minutos finais de ambas. Contra o River Plate (ARG), apenas Buffarini jogou mais de um tempo, enquanto Araruna e Shaylon tiveram menos de 15 minutos em campo. Diante do Corinthians, Rodrigo Caio não foi substituído, enquanto Buffarini permaneceu até os 40 minutos do segundo tempo. Por fim, contra o Columbus Crew (EUA) no último domingo, Ceni conseguiu dar 50 minutos para a maioria dos atletas - exceção ao lateral-direito Foguete e ao goleiro Thiago.

- A preparação tem sido muito boa. Foi o terceiro jogo, sem camisa, mais dois jogos com River e Corinthians em nível bom e os jogadores fazendo seu máximo. Hoje (domingo) a maioria deles teve 50 minutos e vamos crescendo a cada dia para chegarmos prontos ao Campeonato Paulista e à Copa do Brasil. Assim damos um pouco de condição a todos. Nosso elenco é curto, com 23 jogadores de linha por enquanto, além dos que estão na Seleção sub-20 (Lyanco e David Neres), então precisamos rodar bastante - exaltou o Mito.

Além dos minutos, as estatísticas técnicas também ficaram bem distribuídas na pré-temporada. Na Florida Cup, foram dois empates em 0 a 0. Nos jogos-treinos, foram 25 gols marcados em três compromissos. A artilharia está dividida assim: Gilberto (4); Shaylon, Neilton e Luiz Araújo (3); Wellington Nem, Thiago Mendes, Chavez e Wesley (2); Cueva, João Schmidt, Buffarini e Cícero (1).

Já nas assistências, o equilíbrio é ainda maior: Shaylon, Neilton, Thiago Mendes e Luiz Araújo (2); Araruna, Júnior, Wesley, Chavez, Gilberto, Cueva e Wellington Nem (1). Foram marcados ainda dez gols sem assistências, ou seja, em rebotes dos goleiros, jogadas individuais e cobranças de pênalti.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos