Após erro grave contra o Barça, próxima Copa do Rei terá árbitro de vídeo

  • Kim Kyung-Hoon/Reuters

    Ferramenta foi usada no Mundial de Clubes, mas causou polêmica

    Ferramenta foi usada no Mundial de Clubes, mas causou polêmica

Assunto mais comentado no futebol espanhol no último fim de semana, a arbitragem pode sofrer um forte impacto no país. Nesta terça-feira, o jornal "Mundo Deportivo" traz que a federação local irá adotar o sistema de arbitragem com vídeo (VAR) na Copa do Rei da próxima temporada.

O que teria culminado na decisão foi o erro crasso do juiz José Alejandro Hernández, que esteve à frente do apito no empate entre Betis e Barcelona. Na ocasião, o árbitro não validou um gol do Barça onde a bola entrou bastante - o que foi ignorado.

O diário catalão traz ainda uma versão da comissão de arbitragem da Espanha, afirmando que passará a utilizar o recurso, que foi testado no último Mundial de Clubes, em dezembro. Ele custaria 4 milhões de euros (R$ 13,4 milhões) aos cofres das autoridades.

O "Mundo Deportivo", contudo, traz que a decisão já havia sido tomada antes mesmo da polêmica no estádio Benito Villamarín, mas surpreendentemente não foi divulgada pelas partes responsáveis.

Outro jornal esportivo da Catalunha, o "Sport" também trata como escândalo o erro de José Alejandro Hernández. É dito que Pierluigi Collina, atual presidente da Comissão de Arbitragem da Fifa, entrou em contato com o presidente da federação espanhola, Ángel María Villar, para cobrar providências acerca de erros no apito.

Ainda segundo o "Sport", Hernández não deve ser punido, apesar de "não ter chamado a responsabilidade para validar o gol". O auxiliar, Teodoro Sobrino, por sua vez, será afastado por alguns jogos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos