Com apoio de Zé Ricardo e Mozer, Diego avança e toma gosto por gols no Fla

  • Gilvan de Souza/ Flamengo

Diego foi contratado para ser o cérebro do meio campo do Flamengo e vem cumprindo bem sua função. Além disso, ele vem aparecendo muito no ataque. Em 20 jogos pelo Rubro-Negro, o camisa 35 já fez sete gols. A aparente facilidade para balançar a rede tem o incentivo do técnico Zé Ricardo e do gerente de futebol do clube, Mozer.

O meia conta que se movimenta em direção ao gol quando percebe a movimentação dos companheiros.

"Tenho procurado estar sempre presente na área, principalmente quando se constrói a jogada ofensiva. Mas eu tenho recebido esta cobrança, do Zé, do Mozer, e de mim mesmo, para ser decisivo sempre que possível. Devo isso à minha atitude e também ao funcionamento da equipe. Acredito que é por isso que os números têm sido positivos", avalia Diego.

Os números do meia pelo Flamengo são bons se comparados aos que ele apresentou no Fenerbahçe (TUR). Em 75 partidas pelo clube turco, foram oito gols.

Diego estreou pelo Flamengo no dia 21 de agosto do ano passado, em vitória sobre o Grêmio, por 2 a 1, pelo Brasileiro. Pouco mais de cinco meses depois, ele diz estar completamente adaptado ao clube carioca.

"A adaptação superou às minhas expectativas. Eu planejei um casamento de sucesso com o Flamengo, me dedico a cada dia. Encontrei o clube em excelentes condições, o que facilitou, ajudou muito. O balanço que faço até agora é muito positivo, graças ao trabalho que o Flamengo fez", pondera o meia.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos