Godinho é exonerado do cargo, e Fla busca novo vice de futebol

O Flamengo anunciou a exoneração do advogado Flávio Godinho do cargo de vice-presidente de futebol do clube. A decisão foi tomada em reunião do conselho diretor do Rubro-Negro, na noite da última segunda-feira. Por enquanto, a pasta está sendo acumulada pelo presidente Eduardo Bandeira de Mello. De acordo com o Fla, não há prazo para a escolha de um novo dirigente.

Godinho foi preso na semana passada num desdobramento da Operação Laja-Jato. Ele é acusado de envolvimento num esquema de lavagem de dinheiro. O ex-dirigente rubro-negro é apontado como ex-braço direito do empresário Eike Batista, que também está preso.

O Flamengo garante que a prisão de Godinho não vai arranhar sua imagem, mas optou por exonerar o dirigente. Agora, o clube analisa opções para o cargo de vice-presidente de futebol.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos