Ano novo, hábito velho: Corinthians vence amistoso com gol no finalzinho

O Corinthians inaugurou sua Arena em 2017 para um público próximo de 22 mil pessoas que viu um velho hábito da equipe se repetir: com gol aos 49 minutos do segundo tempo, o Timão venceu a Ferroviária por 1 a 0 na chuvosa noite desta quarta-feira. Ano novo, hábitos velhos... Além disso, Carille voltou a utilizar um time diferente em cada etapa.

O jogo dos titulares foi até meio sonolento em Itaquera. A torcida estava disposta a fazer seu papel, mas já sofreu uma frustração enorme aos seis minutos, quando o goleiro Matheus saiu jogando errado com os pés e Guilherme dominou na entrada da área. O camisa 10 (pelo menos por enquanto) invadiu a área e chutou no cantinho, mas o goleiro se recuperou e fez a defesa. Mais demérito do chutador do que mérito do catador, que fique claro.

Cássio também fez uma boa defesa em chute de Juninho de fora da área e logo depois contou com a sorte em batida de falta de Alan Mineiro. A Ferroviária até dava trabalho, mas o Corinthians é que dominava as ações. A grande chance foi no último minuto. Após escanteio da área, Guilherme cruzou, Jô cabeceou e Matheus agarrou, mas a bola ficou viva. Giovanni Augusto deu um chute sem direção e a sobra ficou com Guilherme, que repetiu o cruzamento. Jô repetiu o cabeceio, mas desta vez para fora.

Na segunda metade da partida vieram os reservas do Corinthians. Pode ser que a Ferroviária tenha cansado, mas a verdade é que o Timão jogou melhor do que no primeiro tempo. Tô falando sério! Logo no comecinho Bruno Paulo ganhou outro presentão do goleiro Matheus, mas bateu para fora, não deu nem trabalho. Caique tentou devolver a gentileza do goleiro adversário deixando uma bola escapar, mas no fim a Ferroviária não conseguiu marcar.

Quase na metade do segundo tempo, Camacho puxou um belo contra-ataque e tocou para Romero, que acabou travado por Jonathan. A sobra ficou nos pés de Bruno Paulo, que novamente ajeitou o corpo para bater e novamente não colocou força suficiente na finalização. Logo na sequência, Marciel lançou Romero em velocidade e o artilheiro da Arena Corinthians perdeu a boa chance. Parecia que não ia sair gol...

Na sequência, rolou uma boa chance de Camacho e outra de Romero, mas a rede só balançou aos 49 minutos do segundo tempo, quando Camacho recebeu na área, girou e cruzou para Marquinhos Gabriel, que bateu firme e fez um belo gol para explodir as arquibancadas.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 1 X 0 FERROVIÁRIA

Local: Arena Corinthians, São Paulo (SP)

Data-Hora: 1/2/2017 - 21h45 (horário de Brasília)

Árbitro: Leandro Bizzio Marinho

Auxiliares: Gustavo Rodrigues de Oliveira e Evandro de Melo Lima

Público/renda: 21.956 pagantes/R$ 365.603,00

Cartões amarelos: Patrick (FER)

Cartões vermelhos: -

Gols: Marquinhos Gabriel (49'/2ºT) (1-0)

CORINTHIANS: Cássio (Caíque, no intervalo), Fagner (Léo Príncipe, no intervalo), Balbuena (Vilson, no intervalo), Pablo (Pedro Henrique, no intervalo) e Moisés (Marciel, no intervalo); Gabriel (Paulo Roberto, no intervalo); Giovanni Augusto (Marquinhos Gabriel, no intervalo), Fellipe Bastos (Cristian, no intervalo), Guilherme (Camacho, no intervalo) e Marlone (Bruno Paulo, no intervalo); Jô (Romero, no intervalo). Técnico: Fabio Carille

FERROVIÁRIA: Matheus (César, aos 25'/2ºT), Willian (Raniele, aos 31'/2ºT), Luan (Patrick, aos 25'/2ºT), Leandro Amaro e Sávio (Jonathan Bocão, aos 10'/2ºT); Claudinei (Fabio Souza, aos 25'/2ºT), Flávio (Matheus Bertotto, aos 10'/2ºT), Elder Santana (Bruno Lopes, aos 25'/2ºT), Juninho (Capixaba, aos 10'/2ºT) e Alan Mineiro (Kelvy, aos 25'/2ºT); Leonardo (Tiago Marques, aos 36'/1ºT) (Fernandinho, aos 38'/2ºT). Técnico: Antônio Picoli.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos