Chengdong Zhang: o chinês mais caro da história retorna sob desconfiança

Em meio a reforços de peso vindo da Europa, uma contratação tem chamado chamado a atenção na China. E o motivo é justamente pelo valor pago ao personagem principal da história, que é nascido no próprio país. Trata-se de Chengdong Zang.

Aos 27 anos, o meia se tornou o chinês mais caro de todos, uma vez que custou 20 milhões de euros (cerca de R$ 70 milhões) aos cofres do Hebei Fortune. Com 24 jogos a serviço da seleção, Chengdong rodou pelo Velho Continente antes de retornar às suas origens.

Os altos valores depositados pelo jogador são curiosos pelas passagens apagadas na Europa, principalmente. No Rayo Vallecano, da Espanha, por exemplo, foi utilizado apenas em quatro jogos, totalizando 222 minutos em campo. Em tempo: o jogador foi dispensado antes do fim de seu vínculo de empréstimo, na temporada passada.

No clube espanhol, Chendgong Zhang esteve cedido pelo Beijing Guoan, também da China. Antes ainda, ele se aventurou em Portugal, no modesto Mafra, que acabou o emprestando ao União de Leiria e ao Beira-Mar. No total, jogou na Terrinha de 2009 a 2012, agregando 52 jogos e 11 gols ao currículo, também sem deixar saudade. Encerrando a aventura na Europa, também passou pelo alemão Eintracht Braunschweig.

CASA NOVA

Apesar da desconfiança causada no mundo da bola, Zhang terá a oportunidade de fazer valer cada centavo investido em seu futebol. No Hebei Fortune, que ficou na sétima posição no último ano, será comandado pelo experiente e renomado Manuel Pellegrini, ex-Real Madrid e Manchester City.

Por lá, o chinês também poderá tabelar com atacantes de peso, como Lavezzi e Gervinho, além de encontrar o brasileiro Aloísio e o meio-campista Mbia. Com contrato até dezembro de 2021, o jogador de 1,86m de altura terá tempo de sobra para calar os críticos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos