Nenê faz gol olímpico e Vasco garante primeira vitória no Carioca

Com direito a gol olímpico do Nenê, o Vasco derrotou o Bangu por 3 a 1 na tarde desta quinta-feira, no estádio de Moça Bonita, pela segunda rodada do Campeonato Carioca. É a primeira vitória da equipe na competição. E não teria melhor clube para se fazer um gol olímpico, já que o se leva esse nome devido a um gol do Vasco - em 1928, na inauguração dos refletores de São Januário, o convidado era o Wanderers, do Uruguai, e Onzari fez um gol direto do escanteio. Como a Celeste era a atual olímpica, foi batizado desta forma.

Cristovão Borges teve alguns problemas para escalar o time do Vasco. O meia Wagner ainda não estava regularizado e o goleiro Martin Silva não se recuperou a tempo. Fez com que o treinador colocasse em campo na titularidade seis jogadores das categorias de base do clube.

A atenção no Bangu era toda em Loco Abreu, que buscava o gol de número 400 na carreira. Aos 30 minutos, Jordi acabou derrubando Peralta dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Justamente o Loco foi para a cobrança, mas o arqueiro vascaíno se esticou todo para salvar.

Novidade na equipe do Vasco após ter sido o único a se salvar na derrota para o Fluminense no fim de semana passado, Guilherme Costa mostrou estrela e abriu o marcador aos 38 minutos. Após cobrança de escanteio de Escudero, Nenê recebeu a bola e mandou para Guilherme seguir a batida e se emocionar.

Na frente do placar, o Vasco voltou um pouco desatento para o segundo tempo. Abriu mais espaços para a equipe do Bangu, que passou a criar oportunidades. E não demorou muito para empatar. Aos oito, Loco Abreu, que na etapa inicial perdera um pênalti, aproveitou sobra em cobrança de falta para cabecear. A comemoração foi especial, afinal se tem o gol 400 todo dia.

Este empate serviu para o Vasco acordar e ir novamente ao ataque. Seis minutos mais tarde, o Cruz-Maltino fez o segundo gol e levou o marcador para o 2 a 1 a favor. Na cobrança de escanteio de Nenê, Bruno Gallo foi quem subiu e acertou o travessão. No rebote, Thalles segue a batida, respondendo as críticas que vem recebendo por conta do físico.

Apesar de a região do estádio em Bangu, tradicionalmente muito quente, ter tido um clima ameno durante o duelo, os jogadores das duas equipes colocaram dinamismo em campo. Aos 17 e 22, foi o Vasco quem chegava Yago Pikachu e Nenê, respectivamente. Aos 35, os donos da casa foram com perigo em tentativa de Matheus Pimenta. Três minutos depois, Nenê quase fez olímpico, parando em defesa do goleiro Márcio. Tentou de novo aos 45 e seguiu o batidão, golaço! Fim de papo, 3 a 1.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos