No retorno à Liberta, Botafogo vence o Colo-Colo, mas leva gol em casa

A noite de retorno do Botafogo à Copa Libertadores da América foi feliz, mas com ressalvas. Nesta quarta-feira, a vitória sobre o Colo-Colo (CHI) por 2 a 1, no Estádio Nilton Santos foi boa. Mas o gol sofrido em casa pode complicar as coisas para a semana que vem.

A partida começou com sustos das duas partes. Paredes de um lado, Emerson Silva do outro. Com muita movimentação, o ataque visitante confundia o encaixe do Glorioso. Aos 24 minutos, a jogada parecia despretensiosa, e o cabeceio de Marcelo foi do lado de fora. No minuto seguinte, Véjar passou por Jonas e chutou. Gatito Fernández defendeu em dois tempos.

Então a partida melhorou: o contra-ataque puxado por Camilo terminou com a finalização de Montillo, aos 27 minutos. Villar pegou, mas foi o suficiente para a torcida se inflamar. A arquibancada cantou, Airton dominou e chutou forte. No canto. Aos 29. Um golaço. O primeiro dele pelo clube que torce desde pequeno.

O Glorioso entrou no jogo definitivamente. O time de Santiago passou a errar passes na defesa e as trapalhadas resultaram no segundo gol alvinegro. Montillo chutou cruzado, Rodrigo Pimpão se jogou na bola e a redonda bateu em Pavez antes de entrar, aos 40 minutos.

Na segunda etapa, aos dois minutos, Véjar chutou cruzado, mas do lado de fora da rede de Gatito. Três minutos depois, a torcida se levantou, ligou as câmeras, mas a falta cobrada por Camilo, da entrada da área, ficou no suspiro, rente ao gol. E o contragolpe foi fatal. O chute cruzado, aparentemente de pouco perigo, de Paredes, foi entrando, entrando... e entrou.

A partida ficou franca. João Paulo arrancava de um lado, Riveros desperdiçava contragolpe do outro. Com o passar do tempo, os chilenos que dominaram as ações. O Glorioso não acertava a marcação e errava passes nas tentativas de contragolpe. As substituições de Jair Ventura não surtiram efeito positivo e o placar terminou mesmo 2 a 1.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 2 X 1 COLO-COLO

Local: Estádio Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)

Data-Hora: 01/02/2017 - 21h45 (horário de Brasília)

Árbitro: Juan Soto (VEN)

Auxiliares: Luis Murillo (VEN) e Elbiz Gomez (VEN)

Público/renda: 34.424 pagantes/R$ 1.898.390

Cartões amarelos: Jonas, Matheus Fernandes (Botafogo); Valdés, Fernández, Barroso (Colo-Colo)

Cartões vermelhos: -

Gols: Airton, aos 29'/1ºT (1-0), Pavez (contra), aos 40'/1ºT (2-0), Paredes, aos 5'/2Tº (2-1)

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Jonas, Marcelo, Emerson Silva e Victor Luís; Bruno Silva e Airton (João Paulo - intervalo); Montillo, Camilo (Matheus Fernandes, aos 30'/2º) e Rodrigo Pimpão; Roger (Joel) - Técnico: Jair Ventura.

COLO-COLO: Villar, Zalvidia (Fierro, aos 21'/1ºT), Barroso e Baeza; Figueroa, Pavez, Valdés, Fernández (Gonzalez) e Véjar (Morales); Riveros e Paredes - Técnico: Pablo Guede.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos