Abel Braga explica Henrique como capitão e estuda usá-lo como volante

  • Divulgação/Flickr/Fluminense

Único remanescente da linha defensiva de 2016, Henrique está com moral com o novo treinador. Além de ser mantido como titular por Abel Braga, o camisa 33 recebeu a braçadeira de capitão, que pertencia a Gum nas últimas temporadas. Ontem, o técnico explicou porque escolheu o jogador, que tem um perfil mais moderado, de acordo com o próprio Abel.

"Sinceramente, tenho uma admiração enorme por ele. Desde o Palmeiras, depois em sua passagem pelo futebol italiano. É um cara de uma conduta irrepreensível", comentou Abel, antes de emendar:

"Ele tem uma liderança nata, tranquila e passa entusiasmo para os colegas. Na hora de cobrar é moderado. Isso é bom porque contrasta com o meu temperamento, Chama a atenção na boa".

Abel Braga também afirmou que estuda utilizar Henrique como volante, função a qual o jogador já fez nos tempos de Palmeiras, quando era comandado por Luiz Felipe Scolari. Satisfeito com o rendimento do capitão em campo, o técnico disse, neste início de trabalho, só espera que o zagueiro fale mais durante os jogos.

"O Henrique foi escolhido mesmo por simpatia. Acho que deu uma mexida legal na auto-estima dele. Cheguei no primeiro dia e falei: "O capitão é você, mas se você não abrir a boca vou ficar chateado contigo." Quero que ele fale ainda mais", finalizou Abel.

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos