Insatisfeito, Real pode deixar o Espanhol para apoiar novo torneio

Após a questão da tecnologia na arbitragem, o futebol espanhol respira mais uma polêmica fora das quatro linhas. De acordo com a imprensa local, o Real Madrid, nada satisfeito com decisões tomadas acerca do Campeonato Espanhol, pode deixar a competição para apoiar a criação da Supercopa da Europa.

O estopim do estresse se deu após a Liga de Fútbol Profesional (LFP) ter adiado o confronto dos Merengues diante do Celta, no Balaídos, por conta de uma forte tempestade no sábado - véspera de quando seria o jogo.

O Real teria se irritado por achar a decisão da LFP, que não consultou representantes do clube da capital, um açodamento. Com isso, a ideia de dar suporte à Supercopa da Europa foi realimentada por lá. A competição, a princípio, reuniria grandes clubes do Velho Continente para competir mundo afora, principalmente na Ásia.

Atualmente, o Real Madrid (46 pontos), mesmo com dois jogos a menos na Liga, lidera com um ponto de vantagem sobre o Barcelona (45). Em tempo: a competição está às vésperas da 22ª rodada.

JOGO REMARCADO

Um dos adversários dos jogos adiados do Real Madrid, o Valencia já sabe quando irá receber o time de Zinedine Zidane. Nesta segunda-feira, a Liga confirmou que a partida, válida pela 16ª rodada, será realizada no próximo dia 22, no Mestalla.

Cabe ressaltar que o adiamento, neste caso, foi devido aos compromissos do Real Madrid no Mundial de Clubes - conquistado pelos próprios espanhóis, em dezembro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos