'Santos mostrou a importância da manutenção do trabalho'

Único grande de São Paulo a exercer claramente sua superioridade na primeira rodada do Campeonato Paulista, o Santos mostrou a importância da manutenção do trabalho a médio e longo prazo. Exceção por começar 2017 com o técnico que terminou 2016, o Peixe goleou e saiu na frente dos rivais - Corinthians e Palmeiras largaram com vitórias magras, enquanto o São Paulo iniciou sua campanha com derrota.

Dorival Júnior, único técnico dos quatro grandes mantido em relação ao ano passado, escalou o Santos com 11 jogadores que estavam no clube em 2016. Como resultado, goleou o Linense por 6 a 2, na Vila Belmiro, e ainda teve a chance de promover novidades. Thiago Ribeiro, que retornou de empréstimo, e Arthur Gomes, mais uma revelação da base, entraram no segundo tempo e fizerem seus gols.

Partindo dessa base, o Santos ainda pode melhorar. Os reforços Cleber, Vladimir Hernéndez, Bruno Henrique e Kayke ainda não estrearam, e Ricardo Oliveira ainda vai voltar de lesão.

O Corinthians, por sua vez, iniciou o Paulistão com cinco novidades em relação ao ano passado: os reforços Pablo, Gabriel, Fellipe Bastos e Jô e o lateral-esquerdo Moisés, que voltou de empréstimo do Bahia. Início de trabalho complicado para Fabio Carille, que volta ao comando de um time que não deixou base alguma de trabalho em relação a 2016.

A boa notícia é que o Timão superou a falta de entrosamento e o pesado gramado sorocabano para vencer o São Bento por 1 a 0 e dar um pouco de tranquilidade ao seu novo treinador.

Atual campeão brasileiro, o Palmeiras também teve novidades em sua estreia oficial na temporada. O novo técnico Eduardo Baptista ainda não pode contar com Mina e Moisés, titulares incontestáveis em 2016, e escalou os reforços Felipe Melo, Raphael Veiga e Willian contra o Botafogo-SP. A vitória por 1 a 0 veio em um jogo em que o time apresentou menos futebol do que pode.

Ao menos, Baptista, que promoveu a estreia de Michel Bastos no segundo tempo, ainda vai poder contar com Guerra, mais um reforço para a temporada, se quiser dar mais criatividade para sua equipe. O treinador já afirmou que quer que seu time tenha mais posse de bola.

Por fim, a estreia de Rogério Ceni como técnico do São Paulo não foi como o torcedor esperava. Em Barueri, o Tricolor saiu perdendo de 2 a 0 e buscou o empate, mas acabou derrotado por 4 a 2 pela equipe que o eliminou do Paulistão de 2016.

Ceni ainda perdeu Nem, que deve ficar fora por ao menos dez dias, por lesão. O atacante foi o único reforço titular na estreia. Começo complicado para o novo técnico, que agora volta suas atenções para a Copa do Brasil.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos