Presidente admite que Flu precisa vender jogador na próxima janela

  • NELSON PEREZ/FLUMINENSE F.C.

Se o Fluminense resistiu ao mercado e manteve seus principais nomes para o primeiro semestre de 2017, recusando ofertas até clubes europeus, o mesmo não acontecerá na próxima janela de transferências internacional. Sincero, o presidente Pedro Abad afirmou que faz parte do planejamento financeiro do Tricolor das Laranjeiras a venda de um atleta ainda em 2017.

- Certamente terá algum jogador que precisaremos vender. Vivemos uma época onde as informações são tão desencontradas que a gente tem de ser muito direto com o torcedor, não adianta querer enganá-lo. Hoje o futebol se faz com dinheiro. Se não tem dinheiro, não faz futebol - declarou o mandatário no programa "Camarote", do canal Premiere, antes de complementar:

- O segredo é vender bem. O jogador às vezes não dá retorno técnico ao time. Ainda na base vai para o futebol europeu. Temos sempre que avaliar o momento de o jogador seguir o caminho dele - finalizou o mandatário.

No atual elenco, três jovens atletas estão em alta e cotados para deixarem o Fluminense: o meia Gustavo Scarpa, o atacante Richarlison e o volante Douglas. Os três já despertaram o interesse de clubes brasileiros e/ou internacionais.

O caso mais recente foi o de Richarlison. Destaque na Seleção Brasileira Sub-20, o atacante recebeu uma oferta do Ajax. O clube holandês ofereceu ao Tricolor, que detém 50% dos direitos econômicos do atleta, R$ 30 milhões, mas a oferta foi recusada.

Já Scarpa, principal nome do Flu em 2016, teve seu nome ligado ao Palmeiras, após a negociação da renovação de seu contrato - que hoje vai até 2019 -, ser paralisada. A diretoria tricolor afirma que nenhuma proposta pelo camisa 10 chegou. Douglas, por sua vez, foi ligado a clubes franceses pela imprensa local.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos