Mattos viaja para acertar com Borja e conta com aporte da Crefisa

Alexandre Mattos vai a Colômbia para tentar sacramentar a negociação com Miguel Borja. O Palmeiras está confiante no acerto com o atacante, mas ainda não definiu o acordo com o Atlético Nacional (COL). Para fechar com o atleta, o clube conta mais uma vez com o aporte da Crefisa.

A patrocinadora, que já cedeu R$ 30 milhões ao clube para as contratações de Guerra, Fabiano e compra de 50% dos direitos econômicos de Dudu, deve bancar a proposta alviverde, como revelou a "Folha de S.Paulo". O Verdão ofereceu 10 milhões de euros (quase R$ 34 milhões) pelo jogador de 24 anos.

Com o fechamento da janela de transferências da Europa, as opções para Borja são basicamente o futebol chinês e o Palmeiras. A intenção do atleta é jogar no Verdão, apesar das cifras mais altas no mercado asiático. O Atlético Nacional, que antes queria quase R$ 50 milhões para liberá-lo, já aceitou diminuir a pedida. Ainda não há um acordo quanto ao percentual a ser repassado ao atual campeão brasileiro.

Enquanto a novela não se define, Borja ficou fora da lista de relacionados para a estreia do Campeonato Colombiano. A expectativa é de que o atacante se torne o nono reforço do Palmeiras neste ano, mas a postura do Atlético ainda não deixa o Verdão confirmar a transação.

Nesta manhã, o presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, despistou ao ser perguntado sobre a contratação. O dirigente avisou que não iria dar detalhes até que tudo esteja "verde no branco".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos