Borja diz ao Nacional que quer o Palmeiras e desfecho fica perto

Miguel Borja manifestou o seu desejo de jogar no Palmeiras à diretoria do Atlético Nacional (COL) e a transferência deve ser concluída, no máximo, até esta sexta-feira. Foi o que disse o gerente esportivo do clube colombiano, Victor Marulanda, à Rádio Múnera.

- Houve uma reunião com Borja e com seus representantes em nosso escritório. O jogador está com o desejo de que se concluam as tratativas com o clube brasileiro. Isso ainda não está concluído, quem está cuidando disso é o nosso presidente, Juan Carlos. Creio que até amanhã teremos uma definição - declarou o dirigente.

Marulanda está em Bucaramanga, onde o Atlético Nacional faz sua estreia no Campeonato Colombiano contra o time local, às 23h (de Brasília) desta quinta-feira. Juan Carlos de la Cuesta, presidente do atual campeão da Libertadores, não viajou porque vai se encontrar com Alexandre Mattos para tratar sobre a venda de Borja.

Os dois têm ótima relação desde que o Nacional vendeu Alejandro Guerra para o Palmeiras. Mattos viajou na noite de quarta-feira para negociar pessoalmente e fazer valer o desejo pessoal do jogador, porque se dependesse do clube colombiano a venda seria para o futebol chinês. Chegou à diretoria do Verdão a informação de que um clube do país asiático ofereceu R$ 87 milhões por 100% de Borja.

?

A proposta do Palmeiras gira em torno dos R$ 34 milhões. Resta definir se será por 50% dos direitos ou por 70%.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos