Timão nunca pediu para Pottker não jogar Copa do BR, diz Ponte em nota

Um dia depois de o Corinthians anunciar a desistência da contratação do atacante Willians Pottker, da Ponte Preta, artilheiro do último Campeonato Brasileiro, a diretoria da Macaca se pronunciou sobre o assunto. Por meio de nota oficial, o clube campineiro demonstrou respeito ao Timão e exaltou a boa relação entre as diretorias alvinegras.

O Corinthians recuou nas tratativas depois de a Ponte escalar Pottker diante do Campinense pela Copa do Brasil, o que inviabilizou que ele atuasse pelo Timão na mesma competição. Contudo, a Macaca alega que em momento algum recebeu solicitação formal para que o atacante não entrasse em campo.

Na nota, a Ponte também comenta as situações de Lucca e Yago, jogadores emprestados pelo Corinthians até o fim do ano. Confira abaixo o texto na íntegra:

Em respeito à torcida, à opinião pública, às agremiações envolvidas e ao próprio atacante William Pottker, a Associação Atlética Ponte Preta vem a público esclarecer que:

1. As diretorias de Ponte Preta e Corinthians têm um excelente relacionamento profissional, pautado por ética e consideração mútua, inclusive no tocante a negociações com atletas. Em assim o sendo, a Ponte Preta jamais iria descumprir um acordo realizado com o time paulistano, assim como não romperia um acordo realizado com outras agremiações com quem a Ponte se relaciona, sempre dentro da mesma linha de clareza, honestidade e ética profissional;

2 . Em relação à transferência de Pottker ao Corinthians após o término do Campeonato Paulista, cabe ressaltar que a negociação estava, sim, bem encaminhada. Mais até: praticamente finalizada. Entretanto, gostaríamos de deixar claro que em todo o período de negociações a AAPP nunca recebeu qualquer tipo de notificação ou pedido formal para que o jogador não fosse escalado para jogar a Copa do Brasil. O atleta foi relacionado para viajar e estava à disposição do treinador para a partida porque tem contrato com a Ponte, honra a camisa que está vestindo e, ressalte-se novamente, não havia nenhum impedimento ou solicitação em sentido contrário. O próprio diretor corintiano Flávio Adauto disse em sua entrevista ontem (8) que "a Ponte no direito dela colocou o jogador para atuar" e que "não houve traição de lado nenhum" (SIC);

3. Também cabe enfatizar que os empréstimos do atacante Lucca e do zagueiro Yago não têm nenhuma relação com a negociação que estava sendo desenvolvida envolvendo Pottker. São assuntos e negociações distintos. Aliás, mais uma vez, o próprio Flavio Adauto também destacou esta informação já na noite de ontem;

Sem mais, enaltecemos mais uma vez nosso respeito à diretoria e à instituição Sport Club Corinthians Paulista e reiteramos a ética profissional que a Ponte Preta tem e sempre terá com todas as agremiações do futebol com as quais convive e se relaciona.

Diretoria da Assessoria Atlética Ponte Preta

9 de fevereiro de 2017

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos