Com erro da arbitragem, Santos vence o Red Bull no Pacaembu

O jogo deste domingo foi marcado pela polêmica. Dois lances mal interpretados pelos juízes fizeram com que a partida terminasse de forma exorbitante. O primeiro com Nixon, que estava na linha de impedimento e gerou dúvidas. Já pelo Santos, o terceiro gol da equipe foi feito com o braço e não há certeza de que a bola ultrapassou a linha das traves.

No primeiro tempo, Zeca fez ótima jogada individual aos primeiros minutos da partida, quando costurou e fez fila de defensores do Red Bull. Mesmo com o forte calor, Santos se manteve firme e 15 minutos depois, Victor Ferraz cruza na medida para Vitor Bueno, que balança a rede do Pacaembu, 1x0 para o Santos. Aos 22 minutos, após cobrança de escanteio do Toro Loko, Lucas lima pega sobra na entrada de área, deixa dois marcadores para trás, avista Vitor Bueno e lança ainda no campo de defesa, o camisa 7 sairia na cara do gol, mas Saulo faz boa leitura do lance e afasta o perigo.

Tempo depois da partida ser paralisada, o camisa 10 desmonta a defesa do Red Bull com dois dribles e encontra Copete na segunda trave. O colombiano desvia para o meio da área, onde Vitor Bueno não alcança e Rodrigão, sem goleiro, manda para fora. Logo depois o time campinense empata. Nando Caradina desarmou Lucas Lima e encontra Misael entre os zagueiros, que manda para dentro da rede, 1x1 no Pacaembu. A equipe tentou o segundo após recuperar a bola, mas Vladimir faz linda defesa e espalma para fora.

O relógio marcava mais três minutos, tempo suficiente para o Alvinegro ampliar. Rodrigão dessa vez se redime e marca. O atacante comemora com a famosa 'sarrada'. Termina o primeiro tempo com 2x1 para o Santos.

O segundo tempo foi polêmico. As equipes tiveram dois lances que geraram dúvidas na arbitragem. O da Red Bull foi de Nixon, que estava na linha de impedimento, porém mandou a bola para dentro da rede e ampliou o placar. Já o Santos, aos 49 do segundo tempo, marcou o seu terceiro gol com a ajuda do braço de Kayke. Além disso, não há certeza se a bola ultrapassou a linha das traves.

FICHA TÉCNICA

RED BULL BRASIL 2 X 3 SANTOS

Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)

Data/ Hora: 12/02, às 11h

Árbitro: Rafael Gomes Feliz da Silva

Auxiliares: Danilo Ricardo Simon e Fabricio Porfírio de Souza.

Público/ Renda: 20.412 pagantes/ R$ 747.515

Cartões amarelos: Fellipe Souto (RB Brasil); Yuri, Copete, Lucas Veríssimo (SAN)

Gols: Vitor Bueno, aos 15'/1T (0-1); Misael, aos 28'/1T (1-1); Rodrigão, aos 48'/1T (1-2); Nixon, aos 36'/2T (2-2); Kayke, aos 47'/2T (2-3)

RED BULL BRASIL: Saulo; Bruno Ferreira (Lucas Taylor, aos 18'/1T), Willian Magrão, Luan Peres e Thallyson; Alison (Denner, aos 23'/2T), Fellipe Soutto, Nando Carandina e Elvis (Nixon, aos 32'/2T); Misael e Elton. Técnico: Alberto Valentim.

SANTOS: Vladimir; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Yuri e Zeca; Thiago Maia, Leandro Donizete (Léo Cittadini, aos 13'/2T) e Lucas Lima; Vitor Bueno (Kayke, aos 37'/2T), Copete e Rodrigão (Bruno Henrique, aos 27'/2T). Técnico: Dorival Júnior.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos