Na estreia de Guerra, Palmeiras joga mal e perde para o Ituano

Quem esperava uma grande atuação do Palmeiras na estreia de Guerra, um dos principais reforços do clube para 2017, se decepcionou neste domingo. O time teve atuação muito ruim e foi derrotado por 1 a 0 por um organizado e aguerrido Ituano, no Novelli Júnior.

Eduardo Baptista passou a semana testando opções para a vaga do lesionado Tchê Tchê. Decidiu escalar Fabiano na direita e colocar Jean no meio de campo, mas teve seus planos frustrados pelo desconforto muscular que tirou o lateral do jogo antes dos dez minutos. Thiago Santos foi o escolhido para entrar, fazendo o time jogar no 4-2-3-1.

A entrada de Guerra no lugar de Raphael Veiga e a troca de lados de Róger Guedes, que atuou pela esquerda, e Dudu, que ficou pela direita, foram as outras novidades do Verdão. Se a ideia era ter um time seguro e com capacidade de furar a defesa rival a qualquer momento, ela não deu certo na etapa inicial.

A defesa permitiu que Claudinho e Morato exigissem grandes defesas de Prass, que fazia sua 200 partida pelo clube. Na frente, o time muitas vezes tocava a bola sem objetividade e não verticalizava as jogadas. Quando isso acontecia, o mapa da mina se revelava: Thiago Santos, Dudu e Guerra deram ótimas enfiadas para que os colegas entrassem na área às costas da zaga. Foram as três melhores chances antes do intervalo, mas Guerra, Guedes e Willian, nesta ordem, erraram o alvo.

Os palmeirenses mais impacientes já haviam transformado Cuca, técnico campeão brasileiro, no assunto mais comentado do Twitter quando o time de Eduardo Baptista só assistiu ao gol de cabeça de Guly, após escanteio, aos 6 da etapa final.

A partir daí, o que se viu foi um Palmeiras totalmente improdutivo. A troca de Róger Guedes por Keno não ajudou muito, então Eduardo Baptista chamou Alecsandro e, talvez para não tirar um jogador que já havia saído do banco (Thiago Santos), sacou Edu Dracena e improvisou o volante como zagueiro.

O Verdão passou a ter uma referência na área, mas mal conseguia chegar até lá. Principal responsável por transportar a bola até os atacantes, Guerra mostrou qualidade, mas não conseguiu ser efetivo diante da ineficácia do time coletivamente.

Após duas rodadas, o Ituano lidera o Grupo A com quatro pontos. O Palmeiras, com três, está fora da zona de classificação ao mata-mata. O Verdão agora pega o São Bernardo, às 19h30 de quinta, no Allianz Parque. O Galo de Itu recebe o São Bento às 17h de quarta.

FICHA TÉCNICA

ITUANO 1 x 0 PALMEIRAS

Local: Novelli Júnior, em Itu (SP)

Data/Hora: 12 de fevereiro de 2017 (domingo), às 19h30

Árbitro: Raphael Claus

Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho e Bruno Salgado Rizo

Público/Renda: 11.962 pagantes/R$ 545.970,00

Cartões amarelos: Ronaldo, Naylhor (Ituano), Felipe Melo (Palmeiras)

GOLS: Guly, aos 6/2ºT (1-0)

Palmeiras: Fernando Prass; Fabiano (Thiago Santos, aos 9/1ºT), Edu Dracena (Alecsandro, aos 24/2ºT), Vitor Hugo e Zé Roberto; Felipe Melo; Róger Guedes (Keno, aos 10/2ºT), Jean, Guerra e Dudu; Willian. Técnico: Eduardo Baptista

Ituano: Fábio; Arnaldo, Naylhor, Lima e Peri; Wellington Simião (Walfrido, aos 37/2ºT), Guly e Guilherme (Romarinho, aos 16/2ºT); Claudinho, Ronaldo (Nena, aos 34/2ºT) e Morato. Técnico: Tarcísio Pugliese.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos