Prass aponta criação como problema do Palmeiras após a primeira derrota

Depois de três partidas, o Palmeiras sofreu a primeira derrota da temporada neste domingo, quando o volante Guly deu a vitória ao Ituano por 1 a 0 em partida válida pela segunda rodada do Campeonato Paulista, no estádio Novelli Júnior, em Itu. O diagnóstico do goleiro Fernando Prass, jogador mais antigo do elenco palmeirense em 2017, é de pouca criatividade do setor ofensivo na criação de jogadas e especialmente em busca de furar o bloqueio do adversário.

- O gol muda tudo. Depois que o Ituano fez o gol, entrou no jogo que eles queriam, que é ter campo para o contra-ataque, com homens rápidos no ataque. A gente tem que ter uma criatividade maior. No Paulista os times vão recuar, dar a bola para a gente jogar e diminuir o campo. A gente tem que ter qualidade para furar esses bloqueios - explicou o ídolo do Verdão.

Antes da derrota diante do Ituano, o Palmeiras havia empatado em 2 a 2 com a Chapecoense e em 1 a 1 com a Ponte Preta. Na estreia oficial da temporada, uma vitória por 1 a 0 diante do Botafogo, no Allianz Parque, com gol de Tchê Tchê. Somado o resultado deste domingo, o Verdão fica em terceiro lugar no Grupo C do Paulistão, atrás de Santo André e Novorizontino - este, também com três pontos até o momento na competição.

Segundo a avaliação do goleiro, o Palmeiras não teve "competência" para furar o bloqueio do Ituano e, no desespero da busca do gol nos minutos finais, precisou sofrer com os contra-ataques do Ituano.

- Faltou competência para criar chances de gol e eles foram muito perigosos no contra-ataque, porque nosso time estava indo muito para cima.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos