"Parceria" dos jogadores com Osvaldo, que perdeu pênalti, desagradou Abel

Na vitória por 4 a 0 sobre o Bangu, um lance não agradou o técnico Abel Braga. Na segunda etapa, com a vitória já assegurada, Osvaldo sofreu pênalti e pediu para cobrar. Os jogadores que estavam em campo aceitaram o pedido, mas o atacante teve a cobrança defendida pelo goleiro Márcio. O treinador criticou a "parceria" com o camisa 17, que começa a recuperar seu espaço no clube.

"O que eu não admito: a parceria que houve naquele momento. A parceria no futebol é correr pelo outro. Bate quem treina. Para que foi pegar a bola?", comentou Abel, antes de finalizar afirmando que tal fato não voltará a acontecer:

"Eu vi todos batendo. É definido quem bate. O primeiro a bater é o Dourado, depois o Scarpa e, por último, o Sornoza. Foi bom acontecer pois agora não acontece mais. Me sinto responsável também pois não falei na palestra quem deve bater", disse.

Na coletiva após a vitória, que garantiu a primeira posição do Grupo C do Carioca ao Fluminense, Abel Braga também comentou que o próprio Osvaldo pediu desculpa aos companheiros ainda no vestiário do Estádio Los Larios:

"Ele pediu desculpa perante todo o grupo. Ele assumiu uma responsabilidade que não precisava. Ele traz lembranças do ano passado. A gente aprende com essas coisas. Me sinto culpado por não ter definido o batedor", finalizou.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos