Renato Gaúcho admite que Grêmio pode ser melhor e pede paciência

Com duas vitórias magras no Campeonato Gaúcho - 2 a 0 no Ypiranga e 1 a 0 no Passo Fundo - o Grêmio do técnico Renato Gaúcho precisa de pelo menos mais dois jogos para entrar nos eixos.

Quem garante isso é o próprio comandante gremista, que pediu tempo à torcida para que o desempenho da equipe seja no mínimo similar ao do fim do ano passado, quando o time foi campeão da Copa do Brasil.

- O torcedor estava acostumado com o futebol maravilhoso do final do ano passado. Mas não ouvi vaias. O torcedor tem apoiado todos os jogadores. Temos um mesmo objetivo, de conquistar o Gauchão. É preciso ter paciência. Ainda mais com os que estão chegando, que buscam espaço - comentou Renato.

Apesar de reconhecer o futebol aquém do esperado pelo torcedor, o técnico não deixou de lembrar da postura defensiva do Ypiranga e do Passo Fundo, o que dificulta um placar mais elástico.

- Não é fácil jogar com um adversário totalmente fechado. Sempre digo que precisamos respeitá-los, nos impondo e fazendo gols, mas não é fácil no início do campeonato. O mais importante foi que o Grêmio ganhou. O que conta são os três pontos. Temos que melhorar? Sim. Trabalharemos. Lá pela quinta, sexta rodada, o time estará bem melhor - completou o treinador.

O Grêmio volta a campo no próximo domingo, às 19h30, quando recebe o São José pela quarta rodada do Estadual. O Tricolor é o líder do Campeonato Gaúcho, com seis pontos em nove disputados. O Novo Hamburgo, que entra em campo nesta segunda-feira, racha a ponta da competição com o Grêmio, mas com um jogo a menos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos