Jucilei quer afastar desconfiança no São Paulo e espera voltar à Seleção

Depois de um longo período de negociação, o volante Jucilei foi apresentado pelo São Paulo na tarde desta terça-feira. O jogador, que assinou contrato de empréstimo de um ano, recebeu a camisa 25 das mãos do presidente Carlos Augusto de Barros e Silva e disse que chega para afastar qualquer desconfiança que a torcida possa ter pelo fato de ele estar desde 2011 longe do Brasil.

- O São Paulo é um time muito grande. Planejo fazer um bom ano, uma boa temporada e ganhar títulos. Passei pelo Corinthians, novo, agora estou muito mais experiente. Estou com 28 anos. Uma vontade imensa de jogar, de mostrar. Mostrar para a torcida, que às vezes fica desconfiada: "Ah, ficou muito tempo longe do Brasil, aquelas coisas". Estou pronto para jogar e ajudar o São Paulo - afirmou o volante, em entrevista coletiva no CT da Barra Funda.

Jucilei deixou o Corinthians em 2011 já com grande destaque e se transferiu para o Anzhi, da Rússia. Depois, defendeu o Al-Jazera (EAU) antes de seguir para o Shandong Luneng (CHI), pelo qual está emprestado. Sete anos depois, ele espera manter um bom desempenho para voltar à Seleção Brasileira, pela qual não atua desde 2010.

- Vejo que o São Paulo pode me colocar na Seleção de novo, só depende de mim. O Tite é um cara sensacional. É um treinador muito bom. Para chegar à Seleção tem de trabalhar. Vou treinar no no dia a dia para quem sabe ter minha oportunidade. Quero muito ter uma chance para mostrar meu trabalho - analisou o novo camisa 25, que herdou o número que era de Hudson, emprestado ao Cruzeiro.

O torcedor do São Paulo ainda vai ter de esperar para ver o reforço em campo. Jucilei até vinha aprimorando a forma física nas férias, mas não fez os mesmos trabalhos de pré-temporada e precisa trabalhar dobrado para ganhar ritmo. Ele tem treinado em dois períodos no CT da Barra Funda e espera ficar à disposição o mais rápido possível, apesar de ainda não ter previsão de estreia.

- Para jogar ainda vai demorar um pouco ainda, porque estou treinando, fiquei um tempo parado. Não depende só de mim, mas do Zé também, da comissão. Mas estou doido para jogar - afirmou.

Na apresentação, todo o estafe de Jucilei estava presente, como assessores, um primo e um amigo, além de seu empresário. O jogador disse que chegou a acertar com o Tricolor em 2014, mas uma proposta do Al-Jazera mais lucrativa impediu a volta. Agora, ela se concretizou.

Confira outros trechos da entrevista de Jucilei:

Por que o São Paulo?

O São Paulo sempre teve interesse na minha contratação, desde 2014. Na época conversei até com o Gustavo, já estava até acertado, mas houve a proposta melhor do Al jazera, e resolvi ir para lá. Mas pelo respeito que o São Paulo teve por mim, por sempre acreditar no meu trabalho, e por estar perto de casa, minha família. E porque o São Paulo é um clube que pode me colocar na Seleção de novo, só depende de mim.

Joga em outras posições ou só de primeiro volante?

Eu ajudei muito o Cuca, de zagueiro. Mas minha posição mesmo é de primeiro volante. Vim para jogar de primeiro volante. Caso durante o jogo o Rogério precise, estou para ajudar.

O que mudou desde que saiu do Brasil?

Estou mais experiente, mais obediência tática. Você trabalha com treinadores europeus, isso ajuda muito. O que aprendi foi isso, tem de ter, e a experiência que conta muito.

Como imagina a função de primeiro volante no time?

É um cara que tem de ter muita marcação, fica à frente da defesa. É o pitbull do time. Tem de ajudar muito bem a defesa, e ter um bom passe. Eu tenho um bom passe, boa pegada. E acredito que vou encaixar, sim, bem no time.

Quanto tempo pretende ficar no São Paulo?

Vim de empréstimo. Não depende só de mim. Depende do Shandong, do São Paulo. Envolve muita gente. Primeiro acabei de chegar, vamos estrear primeiro, jogar. E quem sabe mais pra frente a gente fala disso.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos