Em semana chave, Vasco tem como trunfo tempo para fazer ajustes

  • Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

O Vasco tem uma semana chave para suas pretensões na Taça Guanabara. Em segundo lugar do Grupo B, a equipe joga por sua classificação na competição no sábado, contra a Portuguesa, em São Januário. Vindo de derrota, o time mostrou evolução, mas ainda precisa de alguns ajustes. No entanto, o Cruz-Maltino tem um trunfo para corrigir os erros e carimbar a vaga. Sem jogos no meio de semana, o técnico Cristovão Borges terá bastante tempo para trabalhar com os jogadores.

"É uma semana chave e vamos trabalhar forte para chegar bem no sábado. Vamos colocar tudo em prática para os gols saírem e a vitória vir", disse o meia Wagner.

O elenco se apresentou na última terça-feira para começar a preparação para a partida. Além dos acertos, o tempo só para treinamentos será importantes para os reforços se entrosarem mais com o grupo. Até o momento, o Vasco anunciou sete contratação: o lateral-direito Gilberto, o volante Jean, os meias Escudero e Wagner, e os atacantes Muriqui e Manga Escobar. O único que não fez sua estreia ainda foi o colombiano.

Após realizar a sua primeira partida pelo clube contra o Volta Redonda, Wagner celebrou a semana livre para treinamentos. Inclusive, o meia já participou de um coletivo na última terça e marcou um gol. Segundo ele, isso será importante para aprimorar a parte técnica junto com os companheiros.

"Para mim é muito importante uma semana inteira de treinamentos, ainda mais depois da minha partida de estreia, quando atuei 40 minutos. Fiz um coletivo, a minha parte física está bem. O que falta somente é entrar de campo e participar dos jogos para ganhar ritmo. Esse coletivo foi importante para aprimorar a parte técnica com os companheiros".

Acertos na equipe

Um dos pontos que o Vasco precisa melhorar é a pontaria. Na derrota por 1 a para o Volta Redonda, a equipe perdeu muitas oportunidades. De todos os times grandes, o time é o que mais errou finalizações, 55 no total.

O técnico também vai precisar trabalhar na zaga. Contra o Voltaço, o time ficou perdido nas bolas aéreas. O gol da derrota saiu em uma jogada de parada e o Cruz-Maltino poderia até ter levado mais gols dessa forma.

Um dos focos dos treinamentos desta semana também precisa ser o equilíbrio da equipe. Em alguns momentos da partida do último domingo, enquanto o lado direito produzia muitas jogadas, o esquerdo ficou apagado. Para amenizar o problema, Cristovão trocou Kelvin de lado, o que melhorou um pouco o setor.

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos