Fifa incentiva candidaturas conjuntas e quer Copas em até 4 países

  • Michael Buholzer/AFP

Nesta quinta-feira, Gianni Infantino, presidente da Fifa, frisou que pretende incentivar candidaturas conjuntas para os próximos Mundiais, que podem ter até quatro países para receber o evento.

"Iremos incentivar sedes compartilhadas para a Copa do Mundo porque precisamos que a Fifa mostre que somos sensatos, e temos que pensar na sustentabilidade de longo prazo", disse Infantino em visita ao Qatar, sede da Copa de 2022.

"Está perfeitamente alinhado com nossa sustentabilidade e legado unir talvez dois, três, quatro países que juntos podem apresentar um projeto com três, quatro, cinco estádios cada. Certamente o incentivaremos. Idealmente os países serão próximos uns dos outros para facilitar viagens", prosseguiu o mandatário.

Cabe ressaltar que a situação de duas sedes ou mais em um Mundial já ocorreu. Em 2002, ano do pentacampeonato do Brasil, a Coreia do Sul e o Japão sediaram a Copa.

COPA DE 2026

Para a Copa do Mundo de 2026, até o momento, a Concacaf já manifestou o interesse em lançar uma candidatura conjunta de Estados Unidos, Canadá e México. Os países, em tempo, são próximos - o que, ao que tudo indica, será critério para a entidade.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos