Em retorno de Oliveira, Santos perde e sofre segunda derrota seguida

Após a derrota para o São Paulo, o Peixe não poderia ter "santo" melhor para buscar uma recuperação. Diante da Ferroviária, o melhor reforço não poderia ser outro: Ricardo Oliveira. Mas nem o camisa 9 evitou a derrota por 1 a 0 na noite deste sábado, na Vila Belmiro e nem outra atuação apagada.

O Santos, que não tinha Lucas Lima, machucado, encontrou um adversário retrancado e que fechava todos os espaços, como um time de futsal que joga atrás da linha da bola. Coincidência ou não, PC Oliveira, que dirige a Ferroviária, também comanda a seleção de futsal.

O Peixe dominou o primeiro tempo e teve 68% da posse de bola, porém, só cinco finalizações e poucas jogadas criadas em meio à retranca.

Ricardo Oliveira, a referência do Peixe, viu tentativas frustradas de lançamentos pararem nos zagueiros que o marcavam e acabou substituído no segundo tempo, por Thiago Ribeiro. Na mesma etapa, o sofrimento do Alvinegro aumentou.

Cleber, que fez sua estreia com a camisa do Santos, foi expulso por fazer uma falta após perder a bola sendo o último homem antes de Vladimir. Com um a menos, o Peixe eu espaços para a Locomotiva de Araraquara. O time que só marcava jogou por uma bola, esta que foi aproveitada pelo zagueiro Leandro Amaro,

O defensor, ex-Palmeiras, subiu mais alto do que Thiago Maia em cobrança de escanteio e abriu o placar.

Resultado que era o suficiente para a Ferroviária aumentar a retranca e também o desespero do Santos, que já era grande até o início da partida, quando buscava uma recuperação até então simples.

Durante os 45 minutos iniciais, Zeca tropeçou na bola, Vitor Bueno erros passes e Cleber quase entregou a bola na defesa santista.

Como se não bastasse a pressão, Arthur Gomes, Thiago Ribeiro e Bruno Henrique foram acionados, mas nenhum deles salvou o Peixe de uma noite tensa e que dá início a um bastidor de pressão na Vila.

Faltando menos de um mês para a estreia na Libertadores, o clima é tenso e de incertezas para Dorival Júnior e companhia e nem mesmo Ricardo Oliveira foi capaz de mudar o cenário preocupante.

O que era promissor terá que ser superado para o Santos entrar mais tranquilo na Libertadores. E nem no Paulistão o Alvinegro tem vida fácil. Não em 2017...

FICHA TÉCNICA

SANTOS 0 X 1 FERROVIÁRIA

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)

Data/Hora: 18 de fevereiro de 2017, às 19h30

Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza

Assistentes: Alex Ang Ribeiro e Herman Brumel Vani

Cartões amarelos: William Cordeiro, Patrick e Matheus (FER); Cleber (SAN)

Cartão vermelho: Cleber (SAN)

Público/Renda: 5.655 / R$ 165.565

Gol: Leandro Amaro, aos 28'/2T (0-1)

SANTOS: Vladimir; Victor Ferraz, Cleber, Yuri e Zeca; Leandro Donizete (Arthur Gomes, aos 18'/2T), Thiago Maia e Léo Cittadini (Bruno Henrique, aos 35/2T); Vitor Bueno, Copete e Ricardo Oliveira (Thiago Ribeiro, aos 33'/2T). Técnico: Dorival Júnior.

FERROVIÁRIA: Matheus; William Cordeiro, Patrick, Leandro Amaro e Léo Veloso; Flávio, Claudinei (Kelvy, aos 26'/2T), Fabio Souza e Alan Mineiro (Raniele, aos 48'2T); Capixaba (Tiago Marques, aos 37'/2T) e Elder Santana. Técnico: PC Oliveira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos