Guardiola sai em defesa de Wenger e diz que críticas são 'inaceitáveis'

O técnico Pep Guardiola saiu em defesa do companheiro de profissão Arsene Wenger após o empate do Manchester City por 0 a 0 com o Huddersfield Town, pela Copa da Inglaterra. Segundo o catalão, as críticas são "inaceitáveis".

- O que ouvi nos últimos 10 dias sobre como as pessoas - ex-jogadores e jornalistas - trataram Arsene Wenger é inaceitável. Para mim, nosso trabalho, no momento, não recebe respeito algum. O que aconteceu foi inaceitável. Nós tomamos as decisões, e as pessoas falam o que querem - disse o treinador do City.

Na lista dos que fizeram críticas ao francês recentemente estão Martin Keown, ex-zagueiro do Arsenal, e Rio Ferdinand, ex-defensor do Manchester United.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos