Ao sabor da polêmica! Flamengo x Vasco é antecedido por alfinetadas

Prestes a ter mais um capítulo de sua histórica rivalidade, o duelo entre Flamengo e Vasco pela semifinal da Taça Guanabara já "iniciou" fora de campo. Horas depois do peruano Guerrero dizer que o Rubro-Negro é "sempre favorito" diante do rival, o Cruz-Maltino utilizou seu Twitter oficial para relembrar o fato do atacante nunca ter vencido ou marcado gols no clássico e fez o presidente vascaíno no Eurico Miranda ironizar em entrevista coletia.

A rivalidade iniciou no remo e chegou no futebol de 1923 (quando o Vasco estreou na elite), o Clássico dos Milhões não é só saboreado por momentos emblemáticos, como o "ladrilheiro" que foi trunfo para o Flamengo levar o Carioca de 1981, e um certo Animal que anotou três para carimbar a passagem do Vasco na final do Brasileirão de 1997. Mas, graças à troca de farpas, vascaínos puderam celebrar título com gosto de "Cocada", enquanto flamenguistas beberam um chope indigesto para o maior rival.

O fato do Flamengo contar com nomes badalados como Diego, Rômulo e Willian Arão faz vascaínos se ampararem no Carioca de 1982, quando uma jovem equipe levou o título sobre os então campeões mundiais. Já o tabu que o Cruz-Maltino ostenta ultrapassou a "quina" de 1988, que foi quebrada no ano seguinte com os gritos de "ê, ô, ê, ô, a sena acumulou" na vitória por 3 a 1 do Fla.

Além disto, Rafael Vaz foi mais um dos raros atletas que cruzaram o limite desta rivalidade. E Vagner Love, Rubro-Negro declarado, sempre zoou os vascaínos. O LANCE! recorda durante esta terça-feira apenas alguns grandes momentos, jogos e provocações que cercam o clássico entre Flamengo e Vasco.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos