Ex lateral do América-MG justifica rebaixamento da equipe em 2016

Bruno Teles está na Europa mais uma vez. Depois de passagens vitoriosas por Vitoria de Guimarães, de Portugal, e Krylia, da Rússia, o lateral brasileiro retornou a Portugal e está defendendo o Rio Ave desde o mês de janeiro.

- Essa minha segunda passagem pelo país tem sido muito interessante porque já sinto diferença nos treinos e jogos, com muito mais intensidade. O futebol evoluiu muito e hoje não há mais espaço para jogador que fica de toque pro lado. Um lateral moderno tem que evoluir, saber atacar bem mas jamais esquecer de fazer o melhor na marcação. Enfim, é algo intenso e isso sinto hoje estando aqui - disse o lateral, que garantiu o sonho do Rio Ave em buscar a liga Europa na próxima temporada.

- Estamos na décima posição agora. Queremos chegar entre os seis para jogarmos uma competição europeia ano que vem. Nos últimos jogos não fomos tão bem quanto a resultados, mas atuamos com qualidade e perdemos pois jogamos com dois grandes, fora de casa, como Porto e Sporting. Mas nossa equipe tem condição de chegar a esta meta - disse Bruno, que aproveitou também para falar de sua passagem pelo Brasil, com rebaixamentos no Vasco e no América. Para Bruno, duas situações em que chegou com o problema já crônico e sem muito o que realizar.

- Foram duas infelicidades mas que não me arrependo. O América caiu porque acordou tarde, achando que o time que foi campeão estadual seria capaz de jogar em alto nível o brasileiro. Mas não foi e acabamos caindo. No Vasco, da mesma forma, a coisa não andou. Eu voltaria ao Brasil normalmente mas agora quero me firmar na Europa, onde acho que tenho muito mais perfil - completou o lateral que se formou no Gremio e que tem 30 anos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos