Para Eurico, 'decisão certa é adiar' clássico contra o Flamengo

A novela se arrasta, e, na visão do presidente do Vasco, Eurico Miranda, o adiamento é a alternativa imediata para a semifinal da Taça Guanabara, entre o Cruz-Maltino e o Flamengo, prevista inicialmente para sábado.

Na visão do dirigente, que participará na tarde desta terça-feira de uma reunião sobre o clássico, na Ferj, o jeito é esperar cair a liminar que determina torcida única nos duelos entre rivais e fazer a partida no Nilton Santos.

- Acho que a gente tem algumas coisas para mudar o assunto. Há uma liminar na justiça, o Vasco tem uma posição comum. Com torcida única não há hipótese. Se decidirem que a torcida única é só do Vasco, o Vasco também não joga. É uma questão de conceito. Mudar essa decisão que permita o jogo. O jogo para ser realizado tem que ser no Engenhão. A partir de hoje para resolver o problema, tem que ser no Engenhão, se não, não vejo uma alternativa se não adiar. A decisão certa é adiar o jogo - afirmou Eurico.

A situação do clássico ficou ainda mais complicada porque, além de os clubes não quererem jogar com torcida única, a Prefeitura de Juiz de Fora não quer nem saber de receber o jogo. A cidade mineira foi anunciada pela Ferj como palco da semifinal, mas, sem topar receber o confronto por questões de segurança, deixou a entidade com menos uma alternativa.

Durante a segunda-feira inteira o tema foi debatido pelos dirigentes, que buscaram alternativas. Brasília, Manaus, Belo Horizonte e São Paulo foram cogitadas. Consultas foram feitas, mas nada deu certo.

Agora, só resta definir a situação na Ferj, com a presença de Vasco, Flamengo e da TV Globo, detentora dos direitos de transmissão do Carioca.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos