Árbitro expulsa jogador errado e causa confusão no Dérbi

O árbitro Thiago Duarte Peixoto cometeu um erro grave durante o clássico entre Corinthians e Palmeiras, nesta quarta-feira, em Itaquera. Ele expulsou o volante Gabriel por uma falta cometida por outro jogador, Maycon. Curiosamente, este foi o primeiro encontro de Gabriel com seu ex-clube.

O lance aconteceu nos acréscimos do primeiro tempo. Keno puxava um contra-ataque para o Palmeiras quando foi puxado por Maycon, que estava às suas costas. Pablo também estava na jogada e deu um carrinho frontal no palmeirense. Gabriel, o único deles que já tinha amarelo, estava distante.

- Eu parei a jogada. O Gabriel estava fechando com o ponteiro dele, nitidamente fui eu no lance. Eu e o Pablo chegamos, ele nem estava na jogada - disse Maycon, na saída do gramado.

Thiago Duarte Peixoto chegou a consultar o quarto árbitro, mas manteve a decisão mesmo assim. A torcida corintiana gritou "fica, fica, fica" para Gabriel, mas o volante foi obrigado a deixar o gramado e saiu esbravejando. O árbitro também foi xingado de "ladrão" pelos torcedores.

O diretor de futebol do Corinthians, Flávio Adauto, o presidente Roberto de Andrade e o gerente de futebol Alessandro Nunes criticaram e aplaudiram ironicamente o árbitro no corredor que dá acesso aos vestiários ao fim do primeiro tempo.

- Ele estava falando que quem deu o puxão foi Gabriel. Todo mundo viu que foi o Maycon e que quem deu o carrinho foi o Pablo. Eu falei: "conserta que vai ser melhor". Ele não quis - disse Rodriguinho.

- Quem fez a falta não foi o Gabriel. Em jogo muito disputado assim não pode ter um erro desse - emendou Fagner.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos