Dorival aponta desfalques para explicar resultados ruins do Santos

Após o terceiro jogo sem vencer, o técnico Dorival Júnior preferiu adotar um discurso pacificador para controlar a pressão e justificar a ausência de resultados. Na entrevista coletiva depois do empate com o Ituano, o comandante considerou as oscilações naturais diante das baixas que sofreu.

Durante este início da temporada, além de não poder contar com os zagueiros Luiz Felipe, Gustavo Henrique e David Braz, Dorival perdeu o meia Lucas Lima, o volante Renato e goleiro Vanderlei. Nesta terça-feira, Ricardo Oliveira foi poupado e sequer foi relacionado.

- Estamos com muitos jogadores fora por um motivo ou outro. São pilares da equipe, como Ricardo, Renato, Lucas Lima, David. Não fico lamentando, quem entra, entra bem. Não vencemos, mas fizemos bons jogos - explicou o treinador.

Apesar das críticas da torcida, Dorival rechaça que o ambiente está ruim.

- Turbulência não existe. Convivemos com harmonia no CT. Buscando melhorar, resultados. São situações que muito do que acontece ali, a diretoria sempre abraçou a equipe. Não sinto essa pressão que se fala. Cobrança vai existir - falou.

- A torcida do Santos está mal acostumada em razão dos bons resultados na Vla Belmiro por longo tempo e natural que uma derrota ou outra ocasione nisso. É questão de tempo. Está iniciando o campeonato. Será o mais difícil dos últimos anos. Estamos vivendo isso. A equipe vem evoluindo, sim - considerou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos