ATUAÇÕES: Jô brilha e Guerra falha em noite de Corinthians guerreiro

Os dez jogadores do Corinthians que ficaram em campo em todo o segundo tempo se superaram e bateram os 11 do Palmeiras. Com destaques em todos os setores, o Timão teve em Jô, que saiu do banco, seu herói na noite em que Guerra foi vilão ao falhar na jogada que decidiu a partida. Confira as notas:

CORINTHIANS

7,0

Cássio

Fez duas lindas defesas em finalizações de Keno, uma delas em cabeceio à queima roupa. Seguro, com exceção em uma saída em escanteio.

7,0

Fagner

Criou uma das melhores chances do Timão, ao chutar cruzado, com força, nas mãos de Prass. Firme na marcação, errou alguns passes.

7,5

Balbuena

Grande atuação do paraguaio, ganhando quase todas as disputas por cima e por baixo. Mostrou qualidade na saída de bola ao ataque.

7,5

Pablo

Excelente posicionamento e muita segurança. Em alguns momentos, preferiu chutar para fora em vez de arriscar. Só pecou em alguns passes.

6,5

Guilherme Arana

Tendo mais que marcar do que atacar, não conseguiu explorar seus pontos fortes. Perdeu algumas disputas, mas ajudou a fechar espaços.

6,0

Gabriel

Exagerou nos carrinhos, mas fazia boa atuação após ser expulso injustamente. Quase marcou um golaço no primeiro lance da partida.

7,5

Maycon

Atuação de gente grande! Já vinha fazendo grande atuação, na marcação e na saída para o ataque, e ainda deu assistência para o gol de Jô.

7,0

Romero

Fez algumas tabelas e ultrapassagens, mas se destacou mesmo pela disposição para marcar. Um guerreiro quando o Timão tinha 10.

6,5

Romero

Bem marcado por Felipe Melo no primeiro tempo, deu alguns bons passes, mas esteve abaixo do que pode. Se esforçou muito para marcar.

6,5

Léo Jabá

Quase marcou em chute de fora da área no primeiro tempo. Depois, virou praticamente um lateral e, com muita disposição, ajudou na defesa.

7,0

Kazim

Brigou muito e ajudou a segurar a bola no ataque em momentos que a equipe estava sufocada. Esforço foi reconhecido pela Fiel, que o aplaudiu.

6,5

Moisés

Deu mais fôlego na marcação e na saída de bola. Apareceu pouco e não comprometeu.

8,0

Que estrela do camisa 7! Entrou no fim para tentar segurar a bola e dar fôlego ao ataque e marcou o gol da vitória épica do Timão no Dérbi.

-

Paulo Roberto

Entrou no fim. Sem nota.

8,0

Téc: Fabio Carille

Ótimo. Cheio de desfalques, apostou na garotada, não mudou o jeito de jogar, evitou "pilhar" o elenco após a expulsão e fechou bem o time.

PALMEIRAS

5,5

Fernando Prass

Fez uma boa defesa em chute de Fagner no primeiro tempo, e depois teve pouco trabalho. Foi bem nas saídas no alto. Sem culpa no gol.

5,0

Jean

Começou com dificuldade para se entender com Keno, mas encontrou mais espaço com um a mais. Só que pecou nos cruzamentos.

5,5

Mina

Com o Corinthians mais fechado, teve liberdade para iniciar as jogadas e quando fez o simples foi bem. Bem nos desarmes, em cima e embaixo.

5,5

Vitor Hugo

Ganhou do ataque corintiano principalmente com a sua velocidade e precisão. No segundo tempo, teve menos trabalho.

5,0

Zé Roberto

Teve trabalho para defender Fagner, mas fez desarmes importantes. No gol, até acertou o primeiro corte, mas nada pôde fazer no segundo.

5,0

Felipe Melo

Acertou um bom lançamento para Keno, mas teve dificuldades para iniciar as jogadas. Amarelado cedo e com machucado na cabeça, saiu.

5,5

Keno

Principal opção no ataque, alternou duas ótimas chances com erros livre na área. Melhorou quando o Palmeiras ficou com um a mais.

6,0

Michel Bastos

Um dos melhores do time, marcou e criou no lado esquerdo. Mostrou vontade e qualidade. Tentou também finalizar, mas não acertou o gol.

5,0

Raphael Veiga

Depois do bom jogo no domingo, teve atuação apagada. Pegou pouco na bola e foi substituído no intervalo após receber cartão amarelo.

6,0

Dudu

Deu trabalho para o Corinthians saindo da ponta esquerda e carregando para o meio. Trabalhou bem com Guerra no segundo tempo do Dérbi.

5,0

Willian

A bola chegou pouco, mas ainda assim criou perigo com chute no travessão de longe. Saiu quando o time passou a cruzar na área.

5,0

Guerra

Entrou bem, deu mobilidade ao meio-campo e criou boas jogadas, mas vacilou feio e perdeu a bola no gol do Corinthians.

5,5

Thiago Santos

Entrou na vaga de Felipe Melo e teve pouco trabalho, já que o rival estava com um a menos. Fez o simples e não comprometeu.

4,5

Alecsandro

Teoricamente, seria a referência dentro da área corintiana, mas não participou do jogo. Muito apagado.

4,5

Téc: Eduardo Baptista

Palmeiras não teve repertório para abrir espaço mesmo com um a mais. Mudanças não funcionaram e o time decepcionou muito.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos