Eduardo vê Palmeiras sem velocidade e minimiza pressão depois do Dérbi

Eduardo Baptista deixou a Arena Corinthians considerando que a derrota para o maior rival se deu pela "falta de dinamismo" no segundo tempo, quando o Palmeiras teve um jogador a mais. Apesar das poucas chances criadas, o técnico diz que o Verdão buscou alternativas.

- No segundo tempo o Corinthians se fechou e a gente tentou buscar espaço. Moroso ou não, o Palmeiras tentou achar espaço - explicou o treinador.

- O Corinthians, principalmente no segundo tempo, marcou muito lá embaixo, não tinha espaço para infiltrações. O Corinthians, com um a menos, se postou bem. Faltou dinamismo para nosso time. Tem o entendimento, no primeiro tempo fizemos boas jogadas. Tem de trabalhar para evoluir - acrescentou.

Se no domingo a boa atuação contra o Linense fez as críticas sobre o treinador diminuírem, após o Dérbi os palmeirenses voltaram a cornetá-lo. Só que a pressão não é o que mais preocupa o treinador neste momento.

- Pressão sempre há. Estou preocupado em conseguir resultados, em fazer o time jogar bem. Temos de saber lidar com a pressão para não interferir - complementou.

O Palmeiras terá agora dois dias de treinos até a próxima partida, sábado, contra a Ferroviária, no Allianz Parque. O time ainda é o líder do Grupo C, com nove pontos em cinco partidas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos