Presidente do Porto critica o árbitro e exibe foto do pé de Herrera

O presidente do Porto, Jorge Nuno Pinto da Costa, criticou a atuação do árbitro Felix Brych, que apitou a vitória da Juventus sobre o time português por 2 a 0, no Estádio do Dragão. O mandatário ficou furioso com a expulsão do brasileiro Alex Telles ainda no primeiro tempo e mostrou a foto do pé de Héctor Herrera, após dividida com o suíço Lichtsteiner. O mexicano precisou levar 17 pontos para estabilizar os dois cortes.

- O jogo ficou marcado pela expulsão do Alex Telles, mas o nosso jogador Herrera ficou com o pé neste estado. É incrível. Mas é o futebol. É o futebol que não compreendo. Foi um jogo que durou poucos minutos e depois da expulsão foi um jogo de sentido único, infelizmente com sequências graves como esta, do estado do pé de Herrera - lamentou o presidente.

Outro que reclamou da arbitragem foi o experiente goleiro Casillas. O espanhol não aceitou o critério utilizado por Felix Brych.

- Curioso também o critério do árbitro. Houve uma entrada de um jogador da Juventus que deixou o pé de Herrera marcado. Pareciam sinais de guerra... O Lichtsteiner levou amarelo. Os critérios dos árbitros... bem, são pessoas também.

A Juventus, agora, está com a mão na vaga nas quartas de final da Liga dos Campeões. A equipe pode perder em Turim no dia 14 de março por um gol de diferença que avança na competição. Um novo 2 a 0, a favor do Porto, leva o duelo para a prorrogação. Qualquer outro triunfo por dois gols de diferença garante os portugueses na próxima fase.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos