Após gol contra o Criciúma, Winck pede passagem: ' Quero time A'

Após marcar um dos gols da vitória do Internacional por 2 a 1 sobre o Criciúma, pela terceira rodada da Primeira Liga, o lateral-direito Claudio Winck não escondeu o seu desejo de ser reintegrado ao principal elenco do time.

- Eu treinava em Alvorada e esperava por isso todos os dias. Quando não esperava, a oportunidade veio e fiz um grande jogo. É difícil ter a cabeça no lugar. Meu pai dizia para ter paciência. Agora quero ficar no time A e ter mais oportunidades - comentou Winck, que não jogava pelo Inter desde a estreia do time no Brasileirão de 2015, quando o time perdeu por 3 a 0 para o Atlético-PR.

No segundo semestre de 2015 defendeu o Hellas Verona, da Grécia, emprestado pelo time colorado. No ano passado, novo empréstimo: à Chapecoense. Ele, porém, não estava no avião que sofreu a tragédia aérea. Em janeiro, voltou de empréstimo, mas está treinando em separado.

O Inter volta a campo neste sábado, pela quinta rodada do Campeonato Gaúcho, quando recebe o Brasil de Pelotas, às 19h30, no Beira-Rio. O Colorado é décimo, com três pontos e está uma posição a frente da zona de rebaixamento.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos