Tchê Tchê evolui, e Palmeiras trabalha para recuperá-lo antes do prazo

  • Rivaldo Gomes/Folhapress

A evolução de Tchê Tchê faz o departamento médico do Palmeiras acreditar que ele estará liberado para jogar antes do prazo de seis semanas. O jogador sofreu uma grave lesão no ombro esquerdo logo na primeira rodada do Paulistão, na vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo-SP, e tem trabalhado dez horas diárias para se recuperar.

Na próxima segunda-feira, o camisa 32 completará três semanas de tratamento. As seis semanas se completam no dia 20 de março. Em 15 de março, o time enfrenta o Jorge Wilstermann (BOL) pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores. No dia 18, tem o clássico contra o Santos pelo Paulistão. Em um cenário otimista, é possível sonhar com o retorno dele em uma dessas partidas.

Mas o clube ainda tem cautela com o caso. Além da fratura na tuberosidade do úmero esquerdo, Tchê Tchê teve um ligamento afetado ao cair sobre o braço. Após 14 dias com o braço imobilizado, a fratura já está consolidada. Agora resta recuperar o ligamento.

Havia a expectativa de que o jogador demorasse de quatro a seis semanas para iniciar os trabalhos físicos, mas ele já está dando ênfase nesta parte nos últimos dias, sempre ao lado de Arouca.

O camisa 5, aliás, está bem próximo de ser liberado para trabalhar com o restante do grupo. Ele fez uma pequena cirurgia para retirar um fragmento de cartilagem do tornozelo direito no fim de janeiro. Esse procedimento lhe custou uma vaga na primeira fase do Campeonato Paulista, mas para a estreia na Libertadores, dia 8 de março, é possível que esteja disponível.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos