Flamengo vence clássico e está na final

O tradicional Fla-Flu definirá o campeão da Taça Guanabara, no próximo domingo.

Neste sábado de Carnaval, os rivais aumentaram a folia de rubro-negros e tricolores país afora. Em Volta Redonda, o Flamengo derrotou o Vasco por 1 a 0, gol de pênalti de Diego, no fim do primeiro tempo. Já em Xerém, o Fluminense ficou no zero com o Madureira, avançando por ter melhor campanha na fase anterior, apesar de ter levado bola na trave e ter terminado com dez jogadores.

As duas semifinais somadas levaram 7.477 pagantes aos estádios. Um número digno da cartolagem carioca, capaz de acumular vergonhas cada vez maiores ano após ano.

No Estádio Raulino de Oliveira, os times ficaram longe de levar nota 10 em vários quesitos. Começaram o clássico pilhados, com faltas duras, contestação com a arbitragem a cada marcação e seis cartões amarelos.

O melhor, até os 40 minutos, foram um chute de fora da área de Kelvin e uma trama do Fla pela esquerda, travada por Douglas no momento da finalização de Guerrero. Até que William Arão viu Everton sair às costas de Luan. A enfiada de bola foi cirúrgica. Já o bote do zagueiro... Pênalti para o Rubro-Negro. Diego, com um chute alto, no meio do gol, marcou. Luan já tinha o amarelo, não foi expulso pois a consciência do árbitro Leonardo Cavaleiro deve ter pesado, já que a punição aos 11 minutos, por falta em Guerrero, pareceu exagerada.

A vantagem no placar refletiu na atitude do Flamengo no início da segunda etapa. Jogo mais cadenciado, com time mais postado, em busca de contra-ataques. Já o Vasco, sem criatividade no meio de campo, abusava dos cruzamentos para a área.

Aos 12 minutos, os técnicos resolveram mexer. Zé Ricardo apostou na velocidade de Berrío na vaga de Everton. Já Cristovão trocou Douglas por Guilherme. E assim ouviu algumas vaias. E assim que a bola rolou Arão desperdiçou grande chance, após bonito passe de Guerrero.

Sem ver o Vasco pressionar, o Fla voltou a ficar perto do gol em dois lances seguidos, com Henrique salvando em cima da linha e depois com Gilberto cortando de cabeça outra finalização. O Cruz-Maltino estava entregue e, graças à trave, não levou o segundo, após conclusão de Diego.

Aos 35 minutos, a torcida do Flamengo presente no estádio começou a gritar olé. O domínio era total. E a vaga na final era certa.

O Carnaval será festivo de um lado e com certeza de ressaca de outro.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 1 x 0 VASCO

Local: Estádio Raulino de Oliveira, Volta Redonda (RJ)

Data-hora: 25/2/2017 - 17h

Árbitro: Leonardo Garcia Cavaleiro

Auxiliares: Wagner Santos e Jackson Santos

Público/renda:

Cartões amarelos: Trauco, Mancuello, Pará (Fla); Luan, Kelvin, Rodrigo, Jean (VAS)

Gol: Diego aos 41'/1ºT, de pênalti,

FLAMENGO: Muralha, Pará, Revér, Rafael Vaz e Trauco, Rômulo, William Arão e Diego; Mancuello (Gabriel, aos 38'/1ºT), Guerrero (Felipe Vizeu, aos 42'/2ºT) e Everton (Berrío, aos 12'/2ºT). Técnico: Zé Ricardo.

VASCO: Martin Silva, Gilberto, Rodrigo, Luan e Henrique; Jean, Douglas (Guilherme, aos 12'/2ºT), Wagner (Escudero, aos 25'/2ºT) e Nenê; Kelvin (Muriqui, aos 25'/2ºT) e Thalles. Técnico: Cristovão Borges.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos