Sábado de aleluia! Santos bate o Botafogo-SP e volta a vencer

Tradicionalmente, o Sábado de Aleluia é o dia que antecede a Páscoa, mas o Santos trocou este pelo Carnaval. O dia que era para ser de folia na Vila Belmiro foi de tensão até os 17 minutos do segundo tempo, quando Vitor Bueno marcou o gol iniciou a vitória do Peixe sobre o Botafogo-SP por 2 a 0 após três jogos sem vencer.

Até este minuto, o Peixe passava nervoso e chegou até a ser vaiado pelos 5.208 torcedores que resistiram à chuva e ao Carnaval.

A principal aposta de Dorival Júnior estava na comissão de frente, ou melhor, na "santidade" Ricardo Oliveira, de volta após ter sido poupado por questões de preparação física.

Ao lado do camisa 9, outra novidade, Bruno Henrique como titular. O reforço até ia bem nas trocas de passes e velocidade pelo lado direito, mas não o suficiente para furar o bloqueio do Botafogo-SP, que marcava bem, mas sabia sair jogando, principalmente com Diego Pituca.

Até o fim da primeira etapa, o Pantera de Ribeirão Preto chegou a ter mais posse de bola e obrigar o Alvinegro a recuar em seu campo de defesa. Com a pressão aumentando, com ela vinha o nervosismo, fator que fez com que houvesse erros de passe no meio de campo. Leandro Donizete levou a culpa e acabou substituído com vaias no segundo tempo.

Em seu lugar, Longuine assumiu a responsabilidade de melhorar a saída de bola. E deu certo.

O camisa 17 deu tranquilidade não só para a defesa, mas como um novo gás para o ataque. Victor Ferraz e Bruno Henrique voltaram a se entender e fizeram o lado direito funcionar, mas foi pelo meio que a alegria retornou à Vila Belmiro.

Com boa troca passes e espaços achados entre meio e defesa do Botafogo-SP, Ricardo Oliveira decidiu arriscar, parou no goleiro Neneca, que não parou Vitor Bueno.

No fim, Longuine aproveitou falha de Neneca para ampliar o placar e decretar a vitória.

Gol que traz de volta a tranquilidade, traz também a confiança. Após o tento de Bueno, o Santos retomou o controle do jogo. Desde então, pressão alvinegra no campo de ataque e mais jogadas perigosas.

Com a vitória, o Peixe chega a dez pontos e passa a brigar pelas primeiras posições do grupo D do Paulistão com Ponte Preta e Mirassol.

Além disso, Dorival Júnior e companhia chegam mais aliviados na semana do clássico contra o Corinthians, o último jogo antes da estreia na Libertadores.

FICHA TÉCNICA

SANTOS 2 X 0 BOTAFOGO-SP

Data: 25/2/2017

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)

Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (SP)

Auxiliares: Gustavo Rodrigues de Oliveira e Vitor Carmona Metestaine (SP)

Público/renda: 5.208 pagantes / R$ 160.730,00

Cartões amarelos: Bruno Henrique (Santos); Fernandinho, Diego Pituca, Fernando Medeiros (Botafogo-SP)

Gols: Vitor Bueno, 17'/2ºT (1-0); Rafael Longuine, 46'/2ºT (2-0)

SANTOS: Vladimir, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Yuri (Cléber - intervalo) e Zeca; Leandro Donizete (Rafael Longuine - 10'/2ºT), Thiago Maia e Vitor Bueno; Bruno Henrique (Arthur Gomes - 29'/2ºT), Copete e Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior.

BOTAFOGO-SP: Neneca; Samuel Santos, Caio Ruan, Filipe e Fernandinho; Bileu, Marcão Silva, Diego Pituca (Fernando Medeiros - 35'/2ºT) e Rafael Bastos (Bernardo - 19'/2ºT); Francis e Wesley (Kauê - 25'/2ºT). Técnico: Moacir Júnior.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos