Em sete jogos pelo São Paulo, Gilberto supera passagem pelos EUA

  • Marcello Zambrana/AGIF

O atacante Gilberto vive fase iluminada na carreira. Talvez o próprio centroavante não esperasse um início de ano tão bom quanto o que faz em 2017 pelo São Paulo. Autor de cinco gols em sete partidas, Gibagol, como tem sido carinhosamente chamado pela torcida tricolor, já fez o mesmo número que anotou pelo seu clube anterior, o Chicago Fire, dos Estados Unidos.

Gilberto ficou quase um ano no Chicago e marcou cinco gols em 19 partidas disputadas. Os tentos foram anotados em 2015, em dez jogos, média de 0,5 gol por jogo. O desempenho aceitável, porém, não se repetiu na temporada seguinte, em que o centroavante fez nove jogos e passou em branco. Depois disso, em junho de 2016, acertou sua volta ao Brasil para defender o São Paulo.

Ao todo, Gilberto disputou 17 jogos pelo São Paulo e marcou sete gols, média de 0,4 por partida. O bom desempenho nesta temporada faz frente ao dos grandes atacantes do país, inclusive de Lucas Pratto, autor de três gols em seus dois primeiros jogos pelo Tricolor. O artilheiro do time de Rogério Ceni na temporada não se vê à frente na disputa pela vaga, mas quer colocar dúvidas na cabeça do treinador.

"Não (estou à frente do Pratto). Para ser bem sincero, não. Nós trabalhamos para ajudar o São Paulo. E colocamos na cabeça do Rogério a dúvida, e quem jogar vai tentar fazer os gols. Estou feliz, com o trabalho", afirmou o atacante, após marcar no empate por 2 a 2 contra o Novorizontino.

O camisa 17 tem contrato com o São Paulo até o fim deste ano e já declarou que pretende permanecer no clube por mais tempo. Se continuar nessa pegada, não será difícil ter seu desejo atendido.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos