Amaral marca Djalminha na Sapucaí e sente ausência de boleiros: 'Na nossa época, a gente vinha e resolvia'

Ronaldinho Gaúcho, Emerson Sheik, Felipe, Edmundo, Roger, Amaral, Washington... A Marquês de Sapucaí mais uma vez estava repleta de jogadores que não estão na ativa ou que pelo menos ainda não entraram em campo em 2017. A pergunta que fica no ar é: onde estão os boleiros da atualidade?

Alguns podem responder: "Os jogadores começaram a semana treinando e, por isso, não foram" ou "Quem quis aparecer foi apenas no domingo". São explicações que fazem sentido, mas ainda assim, pelo menos neste ano da folia carioca, a sensação para muitos é de ausência na festa.

O LANCE! percorreu alguns camarotes no último dia de desfiles das escolas de samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro, na noite desta segunda-feira, e se deparou com ex-atletas que engrossaram o coro do sumiço.

- Sabe o que acontece? Naquela época, a gente aparecia tranquilamente nas festas porque a gente vinha e resolvia. Hoje, a cobrança é maior - brincou e tentou justificar o ex-volante Amaral, que teve passagens campeãs por Palmeiras, Corinthians e Vasco e fez questão de puxar Washington, o Coração Valente, para participar da conversa com a reportagem no Camarote Itaipava.

- O Amaral tem razão, não tinha problema. A gente vinha, mas decidia os jogos - concordou o ex-artilheiro do Fluminense e Atlético-PR.

BATE-BOLA COM AMARAL

LANCE: Pelo visto, está curtindo até hoje, Amaral...

AMARAL: Claro. Aproveito, mas não bebo, viu?

LANCE! Não bebe mesmo?

AMARAL: Não bebo, sério. Se eu bebesse, daria prejuízo (risos). Pra você ver, fui numa festa recentemente e eu tinha direito a R$ 300 de consumação.

LANCE! E aí, como faz?

AMARAL: Chegou no fim da festa, fui ao bar e peguei um saco cheio de garrafas d'água pra levar pra casa (risos).

LANCE! Que isso, Amaral. Fala sério...

AMARAL: Sério! Quem bebe bastante é o Aloísio (Chulapa).

LANCE! Isso todo mundo sabe, curte o famoso danone. Comportado e lúcido desse jeito, já precisou cuidar de alguém?

AMARAL: Ih, ontem mesmo (domingo). Estava num camarote com Djalminha, né? E ele curte tomar umas... Aí, já viu, né? Teve uma hora que ele chegou pra mim e disse: "Amaral, faz um favor? Cuida da minha mulher enquanto vou ali beber". Pô, reclamei com ele. Até hoje vou ter que ficar marcando o cara? Sai fora! (risos).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos