'Torcida única é ruim pra o futebol, para cidadania, para tudo'

A manutenção da liminar que exige torcida única no clássico entre Fluminense e Flamengo, neste domingo, no Nilton Santos, voltou a causar polêmicas às vésperas da decisão da Taça Guanabara. Além de deixar os dois clubes insatisfeitos e deve fazê-los recorrer novamente, a atitude repercutiu também entre colunistas do LANCE!.

Entre a falência da sociedade e "mal necessário" no Rio de Janeiro atual, confira abaixo como os colunistas avaliaram a medida.

EDUARDO TIRONI

Foi péssimo. Ruim para o futebol, para a cidadania, para tudo. Impedir as pessoas de irem a um lugar é o fim do conceito de cidade, de ocupação de espaço público. As autoridades vão pelo caminho mais fácil, em vez de coibirem e punirem os arruaceiros. Todos pagam pelos foras-da-lei.

JOÃO CARLOS ASSUMPÇÃO

Em tese, a torcida única é uma medida negativa, por todo mundo gostar de futebol. Mas, infelizmente, tornou-se um mal necessário. Ainda mais no Rio de Janeiro, cujo sistema de segurança pública faliu, assim como transporte, segurança pública, educação...

O Estado já era, está quebrado. E o resultado é esse aí, com reflexos no futebol, que já faz parte da sociedade.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos