Montillo critica projeções baixas para o Botafogo: "Tem falta de respeito"

  • REUTERS/Ricardo Moraes

Desde a luta contra o rebaixamento, passando pela arrancada pela Copa Libertadores e chegando na disputa da competição deste ano. A desconfiança de setores da mídia, de torcedores rivais e até de torcedores do próprio Botafogo é algo com que Montillo se acostumou rapidamente. Mas o meia argentino manda para longe o pessimismo visto e ouvido diante da presença do Glorioso no tão falado grupo com Atlético Nacional (COL), Estudiantes (ARG) e Barcelona (EQU)

"Se fosse assim, a gente nem treinaria, ficaria em casa. Treinamos para ganhar, sempre foi assim. É fácil falar sentado no escritório, dizer que o time vai ficar fora. Por que, se tem as mesmas chances que os outros? Às vezes tem falta de respeito, é ruim. Parece que não estão levando a sério o trabalho que estamos fazendo", retruca o camisa 7.

Contratado como grande reforço para a temporada alvinegra, Montillo já teve duas lesões e, por isso, disputou apenas 14 minutos do primeiro duelo contra o Olimpia, além de não ter jogado também a segunda partida. No amistoso de pré-temporada, contra o Rio Branco (ES), ele até fez um gol, e garante não estar ansioso para o primeiro em jogos oficiais.

"Não, não fico ansioso com essas coisas. Quero que o time ganhe, independentemente de quem faz o gol. Somos um time, um grupo. É sempre bom ajudar com gol, mas não fico ansioso. Daqui a pouco volta ao normal. Tenho que ajudar, seja com gol, assistência, fazendo bom jogo. Mas é o Botafogo que entra em campo", exalta.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos