Roger explica substituição de jovem do Atlético-MG em vitória no Mineiro

O jovem Yago tem sofrido para se firmar entre os profissionais do Atlético-MG. Presente em sete jogos da equipe na temporada, ele só conseguiu permanecer durante os 90 minutos em dois deles.

Nesse sábado (4), no triunfo do Galo por 2 a 1 sobre o Villa Nova, o volante deixou o gramado do estádio Independência ainda no primeiro tempo. O técnico Roger Machado teve que dar explicações sobre a situação do meio-campista de 21 anos.

- Tenho que ler o que o jogo está pedindo. Não podia esperar ir para o intervalo para fazer a substituição. Não é algo que me agrada, o Yago vinha bem no jogo, mas tinha que fazer essa mudança tática. O Cazares é um jogador leve, que poderia surgir em velocidade entre as linhas. Era o que o jogo pedia, já que a marcação do bloco defensivo era forte. Vi a necessidade de fazer no primeiro tempo - afirmou o técnico gaúcho.

- A primeira ideia para eu colocar o Cazares no lugar do Yago foi para ter um jogador com mais destreza para pegar a bola nas costas da primeira linha do adversário. A gente tinha que fazer essa bola entrar e ficar na linha adversária. A gente não estava conseguindo por causa da marcação do adversário. O Rafael (que estava suspenso) é um grande passador e poderia encontrar um espaço ali. Ter o Cazares foi uma opção, por ser um jogador mais ofensivo. Isso funcionou. A gente amassou o adversário. A gente corre riscos, porque a gente se expõe, mas os dois zagueiros estavam bem posicionados - completou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos