Hernández assina documento para ser regularizado pelo Santos

A situação confusa de Vladimir Hernández está perto de chegar ao fim. Nesta segunda-feira, o atacante, que ainda não jogou partidas oficiais, assinou um contrato definitivo, documento virtual junto à Federação Paulista, que possibilitará sua inscrição no Boletim Informativo Diário da CBF. Paralelamente, seu ex-clube, o Junior Barranquilla, da Colômbia, está enviando o TMS, outro registro necessário para regularização junto às federações.

Se tudo ocorrer conforme o planejado pelo departamento jurídico do Peixe, Vladimir Hernández tem chances até de ser relacionado para encarar o Sporting Cristal, no Peru, na quinta-feira, pela estreia da Libertadores ou, no mais tardar, o São Bernardo, no domingo, pelo Paulistão.

O imbróglio ocorreu devido ao fato do Junior Barranquilla exigir garantias bancárias, para o caso do Santos não efetuar o pagamento das parcelas seguintes da compra do atacante, que gira em torno de R$ 3,2 milhões.

O Peixe, no entanto, só conseguiu apresentar uma carta de fiança, uma espécie de crédito bancário, o que facilitou a colaboração dos colombianos.

Vladimir Hernández se apresentou ao Santos em janeiro e só pôde participar do amistoso com o Kenitra, no dia 28 do mesmo mês, quando fez um gol de bicicleta. Depois disso, só treinou com o grupo, sem ser relacionado.

Nesta segunda-feira, o técnico Dorival Júnior chegou a utilizá-lo em um treino tático em que só titulares participavam.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos