Inspirado por Muricy, técnico líder do Gauchão busca seguir passos de grandes nomes do estado

Há oito anos trabalhando em clubes do interior do Rio Grande do Sul, o técnico Beto Campos, de 53 anos, alcança neste início de temporada o período de maior destaque de sua carreira. O treinador comanda o Novo Hamburgo, que lidera o Campeonato Gaúcho de forma isolada, mesmo tendo um elenco modesto se comparado aos de Grêmio e Internacional, as grandes forças do futebol do estado. Inspirado por grandes treinadores gaúchos como Luiz Felipe Scolari, Tite, Dunga, e Mano Menezes, Beto mantém a humildade para tentar atingir o sucesso que estes alcançaram. Admirador de todos estes profissionais gaúchos, ele revela, porém, ser fã de um profissional de fora, que brilhou no comando do Inter.

- Eu tenho em especial uma admiração também pelo trabalho do Muricy Ramalho. Ele não é gaúcho, mas sempre apresentava muito bem o que é a nossa maneira de trabalhar. Sempre gostei muito dos times montados pelo Muricy. Foi um grande treinador - afirma Beto, destacando que tenta aprender e crescer observando os grande nomes do estado:

- Eu estou sempre atento aos trabalhos de todos os grandes treinadores. Aqui no nosso estado nós temos tradicionalmente revelado grandes técnicos, que têm demonstrado muita qualidade, tanto que chegaram à Seleção Brasileira. Me encontro sempre com o Felipão, com o Mano Menezes, por exemplo, quando estão por aqui. Temos o Tite, que é o atual técnico da Seleção, o Dunga, que esteve lá recentemente... Eu joguei futebol também e conheço muitos técnicos aqui do interior que têm muita qualidade. Tento inserir coisas boas de todos estes profissionais ao nosso trabalho.

Apesar de ser a primeira vez que alcança destaque em nível nacional, Beto Campos já realizou trabalhos bem sucedidos por equipes menores, tendo, por exemplo, comandado o Caxias na campanha vitoriosa na segunda divisão do ano passado. Para o treinador, o sucesso dele e de sua equipe neste início de ano é fruto de um trabalho forte coletivamente.

- Eu venho desde 2009 fazendo bos campanhas em times da Série A do Campeonato Gaúcho, e também na divisão de acesso. Com essa campanha do Novo Hamburgo temos alcançado notoriedade, principalmente por estarmos na liderança. Os jogadores aceitaram e entenderam bem o nosso plano de trabalho. Estão sempre atentos ao que passamos, em um curto espaço de tempo. É um conjunto de fatores, passando pelo trabalho de toda a comissão técnica, pela qualidade dos jogadores, ao empenho da direção e de todos os funcionários do clube para nos proporcionarem as melhores condições para desempenharmos um bom trabalho. Temos uma das menores folhas de pagamento do campeonato, mas mostramos que, com qualidade e com determinação, é possível fazer uma bela campanha - destaca Beto.

Nesta segunda-feira, o Novo Hamburgo, líder invicto, com 15 pontos, enfrenta o Passo Fundo, no Estádio do Valle, no complemento da sexta rodada do Campeonato Gaúcho. Após empates de Grêmio e Caxias, em seus respectivos jogos, Beto destaca que a confiança é grande para o confronto desta noite, mas destaca que a seriedade dá o tom no trabalho do líder.

- Temos uma grande expectativa para o jogo contra o Passo Fundo. Tivemos uma ótima semana de trabalho, com todos os nossos jogadores trabalhando. E a rodada foi boa para nós, principalmente pelo empate no Gre-Nal. Estamos quatro pontos à frente de Grêmio e Caxias, segundo e terceiro colocados, respectivamente. Vamos enfrentar uma equipe forte, a qual conheço bem. Vão tentar nos surpreender, mas vamos trabalhar com seriedade para realizarmos mais um grande jogo e somarmos mais três pontos na tabela - disse Beto, que tem contrato com o clube até o fim do Estadual.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos