Réver lamenta erros contra o Flu e espera não repetir contra o San Lorenzo

A partida do Flamengo no último domingo contra o Fluminense, no estádio Nilton Santos serviu de lição para os jogadores do elenco para que os erros da primeira etapa não sejam repetidosa na estreia da Libertadores, contra o San Lorenzo, na próxima quarta-feira. O capitão Réver afirmou que o momento agora é de "virar a chave".

"Hoje não fizemos um grande jogo, porém a gente superou de outra forma. Hoje não foi na técnica, foi na raça. Conseguimos em determinados momentos superar na raça e empatamos o jogo. Acabamos pecando nas cobranças de pênaltis. A equipe do Fluminense foi mais eficiente e fez por merecer o título da Taça Guanabara nos pênaltis. Por mais que tenha sido ruim o jogo, que não conseguimos vencer, que era o nosso objetivo, tivemos coisas boas também. Agora é virar a chave para a Libertadores e não errar como erramos na tarde de hoje.

Réver ainda falou sobre a sua cobrança de pênalti, que acabou sendo defendida pelo Júlio César. Segundo o camisa 15, revelou que o goleiro o induziu a mudar de lado.

"Cada um tem sua responsabilidade, vou assumir a minha. Errei, fui infeliz na cobrança. No momento acabei trocando o canto, partida para a bola, olhei para o goleiro e ele me induziu, aí baixei a cabeça e acabei errando. Só vai acontecer com quem bate", disse.

"Infelizmente errei. Nesse momento não é ficar apontando o grande culpado. Sabemos que não fizemos um grande jogo e perdemos nas penalidades, que é loteria. Nem sempre você vai fazer o gol. Vamos focar na quarta-feira, no nosso objetivo deste ano, para não pecar como pecamos aqui hoje", completou, reforçando o pedido de atenção para a estreia do Flamengo na Libertadores.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos