Roger pede Galo concentrado para estreia e rechaça jogo defensivo

A Taça Libertadores da América é um torneio que não dá brecha ao erro. Ciente disso, o treinador Roger Machado faz um apelo aos seus comandados: atenção total diante do Godoy Cruz, adversário de estreia do Atlético-MG na competição, nesta quarta-feira, às 19h30, fora de casa. Nem mesmo a greve dos jogadores argentinos, que mantém o futebol local paralisado há alguns dias, faz o comandante alvinegro amenizar o seu discurso.

- Estamos sempre em construção, ele nunca está pronto definitivamente. Estamos em bom nível para jogar a competição. Não podemos pensar que o Campeonato Argentino está parado, que o Godoy está mal no campeonato. Temos que trabalhar o adversário. Temos dois treinos em preparação para este jogo, agora é foco total no Godoy Cruz - pediu Roger Machado.

- O jogo pode te pedir outra coisa e você tem que fazer o que ele está pedindo. E a partir de agora é atenção total. Temos de rever o material do nosso adversário. Não há facilidade. Quem se credenciou a jogar na Libertadores é porque fez grande temporada no ano anterior - completou o comandante atleticano.

Roger também rechaçou que o Atlético irá a campo para jogar de forma defensiva, apelando também para um 'anti-jogo'. Ele lembrou que o fato de jogar fora de casa não significa impede o Galo de buscar a vitória, por meio dos contra-ataques.

- Essa fase da Libertadores ficou para trás. Hoje se costuma a ter jogo duro e de imposição física, mas de forma mais leal. Claro que vamos atuar na casa do adversário e a gente que imagina que ele vai propor mais o jogo, mas nosso time vai tentar buscar os espaços deixados. Estamos preocupados com a qualidade do adversário. Para as outras questões, temos jogadores experientes que sabem lidar com isso. Os mais jovens vão aprender com eles também - finalizou Roger.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos